PREVALÊNCIA DA COLONIZAÇÃO NASAL POR STAPHYLOCOCCUS AUREUS RESISTENTES A ANTIMICROBIANOS EM CRIANÇAS DE SALVADOR

Autor(es): Ana Cristina Doria dos Santos; Suzana Ramos Ferrer

As infecções causadas por microrganismos multirresistentes representa um problema de saúde pública. O staphylococcus aureus constitui um agente de grande patogenicidade dentre os micro-organismos da microbiota das fossas nasais, importante, tanto em infecções hospitalares como comunitárias. As cepas multirresistentes deste microrganismo são responsáveis por elevados índices de morbidade e mortalidade no ambiente hospitalar. Os dados relativos à colonização e resistência microbiana de staphylococcus aureus em indivíduos saudáveis são relativamente escassos em nosso meio. Este projeto faz parte de um estudo mais amplo no qual se pretende implantar um sistema de vigilância, que avaliará o perfil de sensibilidade de cepas multirresistentes em Salvador, Bahia, tanto de cepas bacterianas do ambiente hospitalar quanto de cepas isoladas na comunidade. O presente projeto tem como objetivo estimar a prevalência de colonização nasal por staphylococcus aureus em crianças saudáveis provenientes de diferentes escolas da cidade de Salvador, Bahia, como também conhecer o perfil de sensibilidade aos antimicrobianos das cepas isoladas. Serão realizadas culturas a partir de amostras de secreção nasal de 250 crianças em idade escolar, para o isolamento e realização de testes de sensibilidade aos antimicrobianos das cepas de S. aureus isoladas, assim como testes de multirresistência. Com os dados obtidos deste estudo, pretende-se conhecer o padrão de resistência microbiana de S.aureus em indivíduos colonizados por esta bactéria, a fim de contribuir para ações que visem a redução de fontes potenciais de infecções de cepas multirrestentes de S. aureus na comunidade. O conhecimento do perfil de sensibilidade das bactérias tanto no ambiente hospitalar e na comunidade possibilita a tomada de medidas de controle que minimizem a disseminação destes microrganismos.

Palavras-chave: staphylococcus aureus. resistência microbiana. escolares. colonização

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br