PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES VÍTIMAS DE TRAUMA NA CIDADE DO SALVADOR-BAHIA

Autor(es): Isabel Carmen Fonseca Freitas; Jamille Dourado Araripe

O trauma continua sendo a principal causa de morte e invalidez na infância, tornando-se o problema mais sério de saúde pública mundial. De acordo com a OMS, as injúrias e a violência são responsáveis por 950.000 mortes em crianças e jovens abaixo de 18 anos, a cada ano. Mais de 95% dessas mortes ocorrem nos países em desenvolvimento, e esse dado estatístico só tende a aumentar, devido à crescente urbanização e ao crescente montante automobilístico. No Brasil, cerca de 6 mil crianças morrem, a cada ano, vítimas de injúrias, e outras 140 mil são hospitalizadas por acidentes não fatais, constituindo um custo elevado para o governo. Para cada criança morta, quatro ficam com sequelas permanentes, trazendo consequências socioeconômicas e emocionais para a sociedade. As variáveis sociodemográficas constituem fatores de risco para o trauma, mas não são fatores determinantes. Como 90% desses acidentes poderiam ser evitados somente com ações preventivas, programas efetivos de prevenção não podem ser desenvolvidos sem um entendimento dos fatores que contribuem para o trauma em crianças. Assim, com uma melhor compreensão das causas de acidentes, é possível definir estratégias e políticas preventivas direcionadas, com finalidade de educação da sociedade. Objetivo: Definir o perfil epidemiológico das crianças e adolescentes vítimas de injúrias, os tipos e as complicações do trauma pediátrico na região metropolitana de Salvador-Bahia. Metodologia: Trata-se de um estudo prospectivo exploratório, baseado na admissão de crianças e adolescentes de 1 a 18 anos, vítimas de trauma, no Hospital Geral do Estado (Unidade estadual de referência para trauma) do período de julho a dezembro de 2009. Resultados esperados: Definição do perfil da criança vítima de trauma e da epidemiologia do trauma pediátrico.

Palavras-chave: prevenção. trauma pediátrico. adolescentes.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br