PREVALÊNCIA DE STREPTOCOCCUS PYOGENES EM ESCOLARES

Autor(es): Milena Góes Saldanha; Hygia Maria Nunes Guerreiro; Suzana Ramos Ferrer

O streptococcus pyogenes, pertencente ao grupo A de Lancefield, é um dos mais frequentes patógenos que acomete o trato respiratório superior. Ele é um dos principais responsáveis por amigdalites em crianças em idade escolar, além de ser causador de infecções graves e potencialmente fatais como, por exemplo: sepse, fasciite necrosante, síndrome do choque tóxico, e de sequelas não supurativas como: febre reumática e glomerulonefrite aguda. O antimicrobiano de escolha no tratamento de infecções por este microorganismo é a penicilina, porém o s. pyogenes vem apresentando um aumento de resistência à eritromicina e a outros antibióticos do grupo de macrolídeos, que são drogas de uso alternativo para pacientes impossibilitados de utilizar a penicilina. O objetivo deste trabalho é investigar a prevalência dos streptococcus do grupo A, em um grupo de crianças de uma escola pública, bem como investigar a sensibilidade das mesmas à bacitracina, que é o antibiótico utilizado para o diagnóstico dessa bactéria. Para investigar a sensibilidade a outros antimicrobianos também serão realizados antibiogramas das cepas isoladas. O presente projeto pretende estudar cerca de 100 crianças, através dos dados obtidos neste primeiro grupo amostral e espera-se ter uma estimativa da frequência de s. pyogenes em escolares. As cepas isoladas a partir das amostras de orofaringe serão testadas quanto à resistência a bacitracina. A hipótese é que haja uma elevada frequência de cepas resistentes, o que justificaria a mudança do teste diagnóstico para streptococcus do grupo A, para outro mais sensível do que a bacitracina, que é o teste clássico. Este projeto pretende ainda, contribuir com a informação relativa à frequência de resistência de cepas de streptococcus pyogenes a antimicrobianos do grupo dos macrolídeos. É comum o relato de resistência em vários países incluindo o Brasil, entretanto, não há relatos em Salvador.

Palavras-chave: streptococcus pyogenes. resistência microbiana. escolares.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br