AS REPERCUSSÕES DAS EXPERIÊNCIAS DOS ALUNOS DA ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA ESAÚDE PÚBLICA (EBMSP) NO PROGRAMA CANDEAL

Autor(es): Maria Antonieta Araújo; Ludmile Deiró Pereira

As proposições das Diretrizes Curriculares Nacionais (1997) para os cursos de nível superior têm estimulado a criação de novas estratégias de ensino na formação profissional. Sob esse novo prisma da educação, certas competências ganharam importância significativa e devem ser exercitadas no percurso da profissionalização. Na área da saúde isso significa profissionais agentes de responsabilidade social e comprometidos com a cidadania nos serviços de promoção à saúde, que desenvolvam o olhar clínico associado a uma escuta sensível para o outro, identificando no caso de pacientes, não só os fatores biológicos, como os determinantes psicossociais da sua doença. Devem, sobretudo, saber atuar em equipes multiprofissionais de forma interdisciplinar. Nesse sentido, a Escola Bahiana de Medicina e Saúde Publica (EBMSP) desenvolve uma atividade de extensão – o Programa Candeal – cujo foco é o trabalho interdisciplinar/intercursos de Educação em Saúde na comunidade, envolvendo estudantes de medicina, fisioterapia, terapia ocupacional, psicologia, odontologia, biomedicina e enfermagem. Estes, reunidos em equipes multidisciplinares e orientados por uma prática pedagógica estruturada, desenvolvem um trabalho comunitário educativo e sistemático. Nesse cenário, desenvolvemos uma pesquisa qualitativa cujo objetivo é avaliar o impacto dessa prática nos estudantes que dela participam, relacionando o mesmo com os objetivos propostos no projeto pedagógico do Programa Candeal. Para isso realizamos o levantamento do material avaliativo dos acadêmicos sobre a sua participação no Programa, em 2010.1 categorizando-o com base no projeto pedagógico da atividade de extensão e analisando seus resultados. A metodologia utilizada consta da aplicação de questionário com pergunta aberta a uma amostra de 108 estudantes e a análise dos mesmos a partir da identificação das categorias neles encontradas, confrontando os achados com o projeto pedagógico proposto para a atividade de extensão. Para a organização dos dados será utilizado o softwear SSPS (1968). A investigação encontra-se em fase de categorização dos dados e esperamos com a sua conclusão, consolidar a metodologia implantada por aquela atividade.

Palavras-chave: promoção a saúde. interdisciplinaridade. educação em saúde. repercussões.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br