AVALIAÇÃO MORFOFUNCIONAL ECOCARDIOGRÁFICA DA VALVA AÓRTICA DE IDOSOS E NÃO IDOSOS

Autor(es): Larissa Andrade da Costa; Lívia Cisneiros Góes; Kyra Nhayanna Coutinho Machado; Carolina Santana dos Reis Santos; Camila Medrado Pereira Barbosa; Lucíola Maria Lopes Crisóstomo

Introdução: O envelhecimento populacional é uma tendência mundial. A estenose aórtica é a valvopatia mais frequente no senil e sua prevalência aumenta com a idade. No idoso, a estenose degenerativa com fibrose e calcificação da valva aórtica merece maior destaque. Objetivos: Determinar o perfil morfofuncional da valva aórtica detectados ao ecodopplercardiograma (ED) de idosos e não idosos; descrever a frequência de alterações morfofuncionais da valva aórtica; avaliar a associação entre o diagnóstico de estenose aórtica com sexo e estratos etários nos idosos estudados; e descrever a frequência de outras alterações cardíacas nos idosos com e sem alterações da valva aórtica. Métodos: Estudo transversal. A população em estudo foi constituída por pacientes que compareceram a uma instituição privada em Salvador-BA, para realização de ED no período de março de 2009 a março de 2010, dos quais 273 indivíduos idosos (> 65 anos) e 273 indivíduos não idosos (20 – 40 anos), pareados por sexo. Resultados: A idade média dos idosos foi de 77,5±6,26 (65 – 102) anos e nos não idosos 34,5±3,72 (25 – 40) anos. A valva aórtica esteve alterada em 76 idosos (28%) e em 6 não idosos (2%), p < 0,0001. A frequência de esclerose da valva aórtica entre os idosos foi de 173 (63%) e nos não idosos foi de 6 (1,5%). Dentre os idosos, 159 (58%) apresentaram calcificação da valva aórtica, enquanto que nenhum caso foi observado nos não idosos. O refluxo aórtico foi mais comum entre os idosos (36%), em comparação com os não idosos (2%). A prevalência de estenose aórtica entre os idosos estudados foi de 4%; apenas 1 caso de estenose foi relatado entre os não idosos. Conclusão: Os idosos apresentaram elevada proporção de alterações da valva aórtica em relação aos não idosos; os mais idosos apresentaram maior proporção de estenose aórtica; e os achados sugerem provável associação entre a idade e a presença de lesão aórtica nos idosos estudados.

Palavras-chave: valva aórtica. ecodopplercardiograma. idoso. morfofuncional.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br