COEFICIENTE DE MORTALIDADE POR ACIDENTE DE TRÂNSITO POR JOVENS DO SEXO MASCULINO DE 15 A 29 ANOS NA BAHIA - 2003 A 2007

Autor(es): Flávia Medrado Ferreira Silveira; Tássia Teles Santana Macedo; Lilian Marinho; Márcia Alfano

Este trabalho apresenta um estudo epidemiológico sobre mortalidade por acidente de trânsito por jovens do sexo masculino de 15 a 29 anos na Bahia, 2003 – 2007. Realizado pela matéria de Epidemiologia I, do curso de enfermagem, da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Publica (EBMSP). Esta é uma pesquisa transversal descritiva – estudo epidemiológico no qual o fator e efeito são observados no mesmo momento histórico referente à mortalidade por acidente de trânsito na Unidade Federativa da Bahia, da população do sexo masculino, na faixa etária dos 15 aos 29 anos no período de 2003 a 2007. A mortalidade no trânsito vem se destacando como uma das maiores causas de morte no país. Através de estudos pudemos observar que o sexo masculino está mais exposto a morrer por acidente de trânsito A análise foi feita em termos de valores absolutos e relativos (coeficiente ou taxa). Foi calculado o coeficiente de mortalidade por acidente de trânsito na Bahia aplicando as variáveis: faixa etária, estado civil e raça/cor. Estes foram considerados como numeradores. Como denominadores, utilizou-se a população do sexo masculino, da faixa etária de 15 a 29 anos que sofreram acidente de trânsito na Bahia nos referidos anos. Foram calculados coeficientes por cem mil habitantes. A análise dos resultados possibilitou suscitar hipóteses sobre a eficácia do Código Brasileiro de Trânsito. Kilsztajn (2001) mostrou que é necessário, tanto o aprimoramento do processo educativo de jovens do sexo masculino quanto a fiscalização relativa à habilitação dos condutores e ao uso do álcool.

Palavras-chave: epidemiologia. mortalidade. fatores de risco.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br