PERFIL DA PESQUISA CLÍNICA EM INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NA ÁREA DE SAÚDE - DADOS DA ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA

Autor(es): Carolina Santana dos Reis Santos; Camila Medrado Pereira Barbosa; Kyra Nhayanna Coutinho Machado; Larissa Andrade da Costa; Lívia Cisneiros Goes; Lucíola Maria Lopes Crisostomo

Introdução: Pesquisa consiste em classe de atividades cujo objetivo é desenvolver ou contribuir para o conhecimento generalizável. Assim, o desenvolvimento de um país está intimamente relacionado à sua produção científica, e o ambiente acadêmico representa o local de construção do conhecimento. Objetivos: Avaliar o perfil da pesquisa clínica em uma instituição na área de saúde e seus meios de divulgação-dados da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (EBMSP). Métodos: Estudo descritivo. Dados de protocolos de pesquisas encaminhados ao Comitê de Ética em Pesquisa em Seres Humanos da EBMSPFBDC (CEP) desde sua instalação; projetos de pesquisa, dissertações e teses da pós-graduação em Medicina e Saúde Humana da EBMSP; e proporção de trabalhos de conclusão de curso. Software EPI INFO utilizado para banco de dados e análises. Resultados:coletados até o presente dados do CEP, referentes aos anos de 2003 a 2009. Houve um crescimento de 58% no número de protocolos de pesquisas submetidos à avaliação pelo CEP em 2008 e 2009, quando comparados aos cinco anos anteriores.Em avaliação parcial de 331 protocolos, 148 foram da área de medicina(44,7%), 78 de fisioterapia(23,5%), 66 de odontologia(19,9%), 10 de psicologia(3,0%), 9 de terapia ocupacional(2,7%), 4 de enfermagem(1,2%), 4 de biomedicina(1,2%) e além de 12 externos ou indeterminados(3,8%). Quanto ao desenho de estudo, 225(68%) foram observacionais descritivos, seguido de intervencional(16%), observacional analítico(10,3%), prospectivos ou retrospectivos(11,4%), e não determinados(0,6%).Conclusões:Houve crescimento significativo do número de protocolos de pesquisas da EBMSP submetidos ao CEP; a área de maior produção foi medicina, justificada por ser o curso da instituição com maior tempo e maior número de alunos e professores, seguido de fisioterapia; a metodologia mais frequente foi observacional descritiva, justificada pelo elevado número de trabalhos de conclusão de curso e iniciação científica. Os dados referentes à pós-graduação e aos TCC, encontram-se em fase final de coleta para posterior análises e as análises do dados do CEP em fase final.

Palavras-chave: pesquisa clínica. ensino superior. escola bahiana de medicina. saúde pública.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br