PREVALÊNCIA DE LARVA MIGRANS VISCERAL EM CRIANÇAS DE DOIS A SETE ANOS ATENDIDAS NO AMBULATÓRIO DOSCENTE-ASSISTENCIAL DE BROTAS - SALVADOR/BA.

Autor(es): Moacir Silva Paranhos; Eduardo Carvalho Marques; Gabriel Peixoto Mendes; Ronald da Silva Rocha

A Síndrome da Larva Migrans Visceral (LMV) é uma parasitose acidental causada pela migração de larvas nematóides no corpo humano. A contaminação acidental por tais parasitas, destacadamente o toxocara canis, ocorre pela ingestão de ovos viáveis. Estes ovos chegam ao solo através de fezes de cães contaminados, e podem permanecer infectantes por vários anos, representando assim, grande risco para a população de crianças. Quando não tratada, a LMV pode trazer consequências graves para o paciente, a exemplo de miocardite, convulsões e falência respiratória. Para evitar tais complicações, o diagnóstico precoce é imprescindível. Destarte, o médico deve valer-se do método diagnóstico da medicina moderna, que é composto pela clínica, exame laboratorial e epidemiologia da doença. Porém, por não ser uma doença de notificação compulsória, não há dados epidemiológicos relacionados à síndrome de LMV na cidade de Salvador/BA. Diante desta situação, este projeto de corte transversal tem por objetivo avaliar a soro-prevalência de LMV em uma amostra de conveniência de 200 pacientes do Ambulatório Docente-Assistencial de Brotas - ADAB (Salvador/BA), na faixa etária de dois a sete anos. Os responsáveis pelos pacientes que aceitarem participar da pesquisa deverão preencher um questionário sobre habitação e hábitos de vida. As amostras de sangue serão colhidas pelos próprios profissionais do ADAB e serão submetidas a exame sorológico de imunofluorescência (ELISA) no Laboratório Central de Saúde Pública/BA (LACEN/BA). Os pacientes que forem diagnosticados serão encaminhados para tratamento. Desta forma, espera-se que os dados obtidos neste estudo possam colaborar para a compreensão da epidemiologia local da síndrome, e suscitar novos estudos epidemiológicos locais.

Palavras-chave: parasitologia. larva migrans. imunofluorescência. ADAB.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br