PREVALÊNCIA DE DOENÇA CELÍACA EM MULHERES COM INFERTILIDADE IDIOPÁTICA ADMITIDAS EM UMA CLÍNICA DE REPRODUÇÃO HUMANA ASSISTIDA EM SALVADOR-BA

Autor(es): Juliana de Oliveira; Junaura Rocha Barreto

Objetivo: Determinar a prevalência de doença celíaca em mulheres com infertilidade em uma clínica, referência em reprodução humana em Salvador, entre julho de 2009 a julho de 2010. Metodologia: Estudo de corte transversal com uma amostra de 200 mulheres com queixa de infertilidade, submetidas à triagem para doença celíaca através da dosagem sérica de IgA e dos anticorpos IgA antitransglutaminase e IgA antiendomísio, com realização de biópsia intestinal nas pacientes soropositivas e a identificação do HLA DQ2 e do HLA DQ8. Resultados preliminares: Até o momento participam 190 pacientes e quatro apresentaram sorologia positiva para doença celíaca, num total de testes positivos de 7,6%. Sendo que destas, as quatro pacientes tiveram anticorpo anti- tTG IgA positivo e apenas uma até o momento apresentou anticorpo EMA IgA positivo. Entre os sintomas relacionados à doença celíaca citados pelas pacientes estão: constipação (três), perda de peso sem causa aparente (três), náuseas (três), distensão abdominal (duas), artralgia (duas), baixa estatura (uma), aftas recorrentes (uma), abortos espontâneos (uma). Conclusões: Apesar do estudo já estar em fase de conclusão, ainda esperamos obter uma população maior, porém já encontramos pacientes com sorologia sugestiva de doença celíaca.

Palavras-chave: ginecologia. fertilidade humana. reprodução assistida.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br