JULIANO MOREIRA - UM BAIANO À FRENTE DE SEU TEMPO HERÓIS DA SAÚDE NA BAHIA: Evolução e Diversidade do Conhecimento sobre a Saúde Humana na Bahia

Autor(es): Eliezer F. Santana Junior; Luciana Casais-e-Silva; Tania K. Brazil

Soteropolitano, filho de uma doméstica e um inspetor de iluminação pública, negro e de classe social baixa, Juliano Moreira consegue aos 13 anos de idade uma matrícula na renomada Faculdade de Medicina da Bahia (FAMEB), devido ao seu padrinho, o Barão de Itapoã, que era um médico forte e influente. Nascido na Freguesia da Sé, hoje centro antigo da capital baiana, em 6 de janeiro de 1872, teve uma trajetória surpreendente, sendo considerado por muitos o pai da Psiquiatria no Brasil. Ao longo de sua carreira foi professor da UFBA e da UFRJ; diretor do Hospital dos Alienados, no Rio; redator principal na Gazeta Médica da Bahia, onde escreveu 18 artigos; autor da lei que dá assistência que o governo deveria estender aos pacientes com problemas mentais; e se mostrou defensor da questão racial, afirmando o fato de que a raça não era motivo de doenças. Sua vida foi marcada por cargos e participações importantes em congressos, conferências e sociedades em todo mundo, como Nova York, Berlim, Paris, Buenos Aires, entre outras. Ele aboliu o uso de coletes, grades e camisas de força e ainda mudou a visão da sociedade para os doentes com problemas psicológicos, transformando um doente mental em doente normal, preocupado desde a adequada formação dos enfermeiros a até terapêutica ocupacional exercida. Também, entre alguns de seus legados na área da saúde estão a fundação da Sociedade de Medicina e Cirurgia da Bahia (1894), da Sociedade de Medicina Legal (1894), e a criação de laboratórios nos hospitais, vindo a falecer em 2 de maio de 1933, devido a uma tuberculose. A situação dos manicômios no país mudou drasticamente, deixando de ser ambientes desumanos devido ao estado caótico e a imensidão de sujeira, para tornarem-se centros mais adequados. Porém, hoje, é explícito o enfraquecimento das ideias de Juliano.

Palavras-chave: educação. educação em saúde. medicina.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br