AVALIAÇÃO COGNITIVA DE PACIENTES MORADORES DE UMA INSTITUIÇÃO GERONTOLÓGICA

Autor(es): Magalhães, I.O.; Costa, F.O.; Gomes, I.L.C; Lóla, M.F; Viana, F.G.; Silva, J.A.; Ribeiro, L.P.M.G.

Introdução: O envelhecimento populacional é uma questão que vem preocupando profissionais da saúde, já que uma parcela de idosos convive com doenças que reduzem sua saúde e atividades diárias. A demência é uma das doenças que mais comumente afetam os idosos. De acordo com a OMS, sua incidência é de menos de 1% em pessoas entre 60 e 69 anos, com aumento para 39% em indivíduos entre 90-95 anos, tendo a prevalência de 6% acima dos 65 anos. A demência é uma síndrome causada por uma série de doenças que são comumente incuráveis e causam dano cerebral progressivo e irreversível. Esse transtorno inclui a doença de Alzheimer, a demência vascular e por corpos de Lewy, as quais levam à perda da função cognitiva, grave o suficiente para interferir na função social e ocupacional dos idosos. As manifestações sintomatológicas incluem perda de memória, dificuldades com linguagem, julgamento e discernimento, incapacidade de reconhecer pessoas, desorientação, alterações do humor, alucinações, delírios e apraxia. Objetivo: Calcular a prevalência de demência em idosos institucionalizados em Hospital Geriátrico localizado em Salvador, Bahia. Métodos: Estudo de prevalência, o qual será realizado na Enfermaria Nossa Senhora de Lourdes pertencente ao Centro Geriátrico Júlia Magalhães do Hospital Santo Antônio, localizado em Salvador, Bahia. Serão investigadas as funções cognitivas em idosos institucionalizados na enfermaria supracitada através da aplicação dos seguintes instrumentos: Mini Exame do Estado Mental (MEEM), Índice de Barthel, Fluência Verbal, Teste do Relógio, Pensamento Abstrato, Escala de Depressão Geriátrica, Escala de Hachinsky. Se necessário, serão solicitados exames complementares, como laboratoriais e de neuroimagem. Os pacientes serão divididos em grupos de acordo com a alteração cognitiva, em normal, transtorno cognitivo leve e demência. Este último grupo será subdividido em Alzheimer e Não-Alzheimer, sendo este, se possível, classificado em Vascular ou por Corpos de Lewy.

Palavras-chave: idoso. funções cognitivas. demências.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br