EXERCÍCIOS RESISTIDOS NO PÓS- OPERATÓRIO DE PACIENTES SUBMETIDOS À CIRURGIA CARDÍACA

Autor(es): Gabriel Oliveira Tudella; Patricia Alcantara Doval de Carvalho Viana

Introdução: O exercício resistido vem proporcionando ao paciente em reabilitação cardíaca um retorno mais precoce as suas atividades funcionais, face ao beneficio oferecido na utilização desta modalidade no ambulatório, questiona-se sobre a utilização e segurança destes exercícios na fase hospitalar de reabilitação. O objetivo deste estudo foi observar as respostas musculares após exercícios resistidos em pacientes submetidos à cirurgia cardiac. Métodos: Este foi estudo foi um ensaio clínico randomizado que contou com 14 pacientes, sendo 8 experimentais e 6 controles. O grupo experimental realizou o protocolo de atendimento do Hospital Santa Izabel associado ao treino resistido para membros inferiores, o grupo controle manteve o protocolo de rotina do hospital. Resultados: Foi observada diferença estatisticamente significante no grupo estudo em quadríceps direito (p=0,05), isquiotibial direito (p= 0,02) e esquerdo (p=0,04) e na distância percorrida (p= 0,04), porém quando comparado a variação intergrupo não houve diferença estatisticamente significante. Conclusão: O presente estudo demonstrou que o emprego de exercício resistido na reabilitação cardíaca fase I melhora o grau de força muscular em alguns músculos de forma que esse beneficio vai proporcionar ao paciente um retorno a suas atividade de vida diária de forma mais segura.

Palavras-chave: reabilitação cardíaca, exercício resistido, fase hospitalar

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br