AVALIAÇÃO DA ATIVIDADE ANTITUMORAL DE EXTRATOS VEGETAIS ASSOCIADOS À PRÓPOLIS BAIANA

Autor(es): George Santos dos Passos

O câncer é uma doença caracterizada pelo processo descontrolado da multiplicação de células transformadas, decorrente da desorganização no processo normal de divisão celular. Devido à possibilidade de metástase, o melanoma é considerado o tipo de câncer de pele mais grave. Produtos naturais derivados de plantas e outros organismos têm sido utilizados como fonte para o desenvolvimento de inúmeras drogas quimioterápicas. A própolis é uma substância resinosa coletada pelas abelhas a partir de exudatos de brotos e botões florais de diversas plantas, que apresenta uma composição química complexa e variável que apresentando distintas atividades biológicas. A avaliação da atividade antitumoral da própolis baiana e de plantas associadas em modelos experimentais de melanoma se mostra relevante devido à busca por substâncias com maior eficácia e de baixa toxicidade frente às drogas utilizadas na terapia convencional. Para isso, serão realizados ensaios de citotoxicidade para avaliar o potencial tóxico das drogas e o ensaio de IC50 para verificar se há inibição do crescimento celular; ensaios que avaliarão a proliferação e o metabolismo mitocondrial das células neoplásicas. Ensaios in vivo com camundongos C57BL/6 submetidos à indução de metástase avaliarão o potencial antimetastático das drogas.

Palavras-chave: Atividade antitumoral, Melanoma, Própolis, Metástases.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br