AVALIAÇÃO DA POROSIDADE NA REGIÃO DE CONECTOR MAIOR DAS ESTRUTURAS METÁLICAS DAS PPR.

Autor(es): Anandaa Beatrice Dantas Bahia Rodrigues

Atualmente, a Odontologia conta com vários recursos para atender os pacientes com soluções cada vez mais elaboradas em todas as especialidades, desenvolvendo novas técnicas e materiais biocompativéis. A escolha do material usado para confecção das estruturas metálicas das próteses parciais removíveis (PPRs) está relacionada a diversos fatores, dentre eles as mudanças tecnológicas das próteses dentárias, os avanços metalúrgicos e as variações de preços dos metais nobres. Sabe-se que defeitos nas estruturas das PPRs podem resultar no fracasso da prótese a médio e longo prazo, sendo a causa mais freqüente encontrada na literatura a porosidade interna nas estruturas metálica. Os defeitos na peça metálica podem ser identificados de forma direta, através da observação ocular, não exigindo qualquer tipo de aparelhagem; ou de forma indireta, quando os defeitos encontram-se internos à estrutura. Devido a este fato, este presente estudo sugere a avaliação da qualidade dos conectores maiores por meio da utilização de radiografias oclusais, por tratar-se de método conservador e de baixo custo para detecção de defeitos. Com objetivo de identificar a qualidade das estruturas metálicas das próteses parciais removíveis na ESBMP, serão realizadas tomadas radiográficas em aparelho odontológico da marca Dabi Atlante, com potência fixa de 70KV e corrente de 8 Mv, com utilização do tempo padrão de 2,5 s de exposição. Essas películas radiográficas serão analisadas no negatoscópio odontológico em um total de 100 peças radiografadas.

Palavras-chave: Porosidade, radiografias.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br