AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA E ESTUDO URODINÂMICO EM PORTADORES DE HTLV COM DISTÚRBIO MICCIONAL

Autor(es): Breno Laert Mendes Fernandes de Araújo; Carolina Cardoso Carneiro de Campos; Bernardo Galvão Castro Filho; Hugo Fabiano Fernandes de Novaes; Marcelo Tomás Carvalho; Ney Cristian Amaral Boa Sorte

Introdução: As alterações urinárias estão presentes em torno de 90% dos casos de HAM/TSP e atingem de forma significativa a qualidade de vida (QV) dos seus portadores. No contexto de tratamento de doenças crônicas, a avaliação da QV é recomendável a fim de detectar a eficácia do mesmo e entender como o paciente lida com a doença; ademais, esta avaliação visa direcionamento da terapêutica. Objetivo: Avaliar a QV de pacientes infectados pelo HTLV-1 com distúrbios miccionais matriculados no Centro Integrativo e Multidisciplinar de Atendimento ao portador de HTLV. Material e Métodos: Foi realizado um estudo de corte transversal no Centro Integrativo e Muldisciplinar de Atendimento ao portador de HTLV da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, Salvador, Bahia, no período compreendido entre novembro de 2008 a fevereiro de 2011. Foram excluídos do estudo portadores de HIV, hepatite C, diabetes mellitus, AVC e alterações anatômicas obstrutivas do aparelho urinário. Após a consulta urológica, os pacientes que referiram urgência miccional ou urge-incontinência, responderam a um questionário (King

Palavras-chave:

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br