ACURÁCIA DE INSTRUMENTOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM AR

Autor(es): Rafaela Brito Viegas; Buna Pereira Brito; Lívia Melo de Araújo Mendes; Laís Pires Bittencourt; Selena M. Dubois Mendes

Introdução: A artrite reumatóide (AR) é uma doença auto-imune, de caráter inflamatório e etiologia desconhecida, caracterizada por deformidade e destruição das articulações, em virtude da erosão óssea e da cartilagem. Em geral, acomete grandes e pequenas articulações em associação com manifestações sistêmicas como: rigidez matinal, fadiga e perda de peso. Objetivo: Determinar qual dos questionários de avaliação da qualidade de vida é mais sensível e específico para aplicação em pacientes com artrite reumatóide. Metodologia: Trata-se de um estudo de acurácia onde a amostra será constituída com pacientes de ambos os sexos e idade de 18 a 50 anos, com diagnóstico médico confirmado de AR. Inicialmente os voluntários responderão ao protocolo da coleta de dados sócio-demográficos, anamnésicos básicos e logo depois aos questionários de qualidade de vida SF-36, Perfil de Nottingham, HAQ e Dolo Test. Será utilizada a curva Receiver Operating Characteristic (ROC), analisada através do SPSS, para identificação dos melhores pontos de corte dos questionários de qualidade de vida, os quais serão definidos como aqueles em que a sensibilidade e a especificidade apresentarem os valores mais elevados. Resultados Esperados: Espera-se que o presente estudo permita determinar qual (is) dos instrumentos validados no Brasil para avaliação da qualidade de vida é mais específico e sensível para a aplicação em pacientes com artrite reumatóide.

Palavras-chave: artrite reumatóide, acurácia, questionários.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br