CONTRIBUIÇÃO ANATÔMICA PARA O CORTE HORIZONTAL NA TÉCNICA DE OSTEOTOMIA SAGITAL DO RAMO MANDIBULAR

Autor(es): Pauline Magalhães Cardoso; Itana Santos Fernandes; Atson Carlos de Souza Fernandes

Introdução: A osteotomia sagital do ramo mandibular (OSRM) é atualmente a técnica cirúrgica mais usada para correção de deformidades esqueléticas mandibulares. Apesar do refinamento da técnica e a experiência dos cirurgiões, complicações durante o procedimento ainda são registradas na literatura. Objetivo: O objetivo deste trabalho é determinar, a partir de um ponto de referência anatômica na margem anterior do ramo da mandíbula, a altura da fusão entre as corticais lateral e medial do ramo, e a extensão posterior do osso medular. Metodologia: Serão utilizadas 80 hemi-mandíbulas humanas secas de adultos de origem sul-americana. A partir do ponto mais posterior da margem anterior do ramo mandibular (ponto X) será traçado uma linha horizontal até a margem posterior (linha X). Nos términos dos 1º e 2º terços da linha X serão realizados cortes horizontais para determinação das alturas de fusão das corticais (H1 e H2). Nas hemi-mandíbulas do lado oposto será realizado corte horizontal 4 mm acima da junção da língula com a face medial do ramo (ponto Z) para mensuração da extensão posterior do osso medular.

Palavras-chave: Osteotomia sagital, língula mandibular, ramo mandibular

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br