PADRONIZAÇÃO E VALIDAÇÃO DE UM TESTE DIAGNÓSTICO PARA A TUBERCULOSE PULMONAR

Autor(es): Iukary Oliveira Takenami ; Carolina Cavalcante de Oliveira; Eduardo Martins Netto

INTRODUÇÃO: A Tuberculose (TB) é uma patologia cujo diagnóstico precoce e tratamentos adequados são essenciais para a eficácia dos programas de controle da doença. Atualmente, todos os testes utilizados no diagnóstico apresentam diversas limitações, retardando o diagnóstico precoce da doença. Um teste que possa predizer a doença representará um imenso impacto no controle da TB. OBJETIVOS: Padronizar uma abordagem imunológica para o diagnóstico da TB pulmonar com base na produção de IFN-gama por células linfocitárias induzidas por peptídeos sintéticos derivados da proteína Mce1A do Mycobacterium tuberculosis. METODOLOGIA: Pacientes com escarro positivo, recém-diagnosticados pela coloração de Ziehl-Nielsen no Instituto Brasileiro para Investigação da Tuberculose (IBIT) e no Hospital Especializado Octávio Mangabeira (HEOM), foram submetidos a um questionário específico e a coleta de sangue total. Foi feito o cultivo de sangue total com os diferentes peptídeos da proteína Mce1A. Posteriormente, as amostras foram incubadas e o sobrenadante coletado e armazenado até a determinação dos níveis de IFN-gama através de um ensaio imunoenzimático. Os dados foram analisados utilizando o GraphPad Prism v.5.0 (GraphPad Inc., San Diego, CA). As diferenças foram consideradas estatisticamente significantes para valores de p menor ou igual a 0,05. RESULTADOS E CONSIDERAÇÕES FINAIS: Treze pacientes recém-diagnosticados com TB pulmonar no HEOM e IBIT foram recrutados, e sete indivíduos não infectados (PPD<10mm) foram usados como controle. Nove dos 13 (69%) indivíduos eram do sexo masculino e a idade média foi 33,8 (DP±13,1). A cicatriz vacinal foi observada em 69% dos pacientes, e cem por cento relataram tosse e perda de peso como sintomas mais frequentes. Não houve diferenças significativas nos níveis de IFN-gama produzidos pela cultura de sangue total após estímulo com os peptídeos sintéticos nos grupos estudados (P> 0,05), sugerindo influência de citocinas antagonistas no processo.

Palavras-chave: Tuberculose pulmonar; teste diagnóstico; proteína Mce1A; interferon-gamma

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br