PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DE OBESOS COM INDICAÇÃO DE CIRURGIA BARIÁTRICA EM UNIDADE DE SAÚDE DE SALVADOR, BA

Autor(es): Tainã Rocha Barreto; Alice Oliveira Santos; Ceila Beatriz Oliveira Menezes; Lorena Menezes Caldas; Maíra Gonçalves Correia Silva; Matheus Souza de Oliveira

Introdução: A obesidade representa um dos principais problemas de saúde pública dos países desenvolvidos e em desenvolvimento devido ao aumento de sua prevalência, ao maior risco de morbimortalidade associado, e ao custo sanitário derivado da mesma. Apesar de critérios estabelecidos para a indicação, e contra-indicação do tratamento cirúrgico, não está descrito o perfil de diferentes populações obesas graves consideradas para cirurgia bariátrica. Presume-se que, além do nível de obesidade, a presença e o número de fatores de risco cardiovascular, outras comorbidades, e o perfil demográfico, determinem impacto nos resultados obtidos com este tratamento. Objetivos: Descrever o perfil epidemiológico e cardiovascular de pacientes obesos com indicação à cirurgia bariátrica em uma unidade de referência de Salvador, Ba e comparar as prevalências de doenças e fatores de risco cardiovasculares em relação a sexo, estratos etários e IMC. Métodos: Trata-se de um estudo descritivo, com dados obtidos de prontuários médicos e conduzido segundo as recomendações da Resolução 196\96 CNS\MS. A população do estudo será constituída de indivíduos obesos acompanhados ambulatorialmente em uma unidade de referência em Salvador, Bahia, que tiveram indicação de cirurgia bariátrica no período de 06/2010 a 06/2011. As variáveis de interesse serão: demográficas e epidemiológicas; clínicas; e fatores de risco cardiovasculares, comorbidades e medicações em uso. Será utilizada estatística descritiva; testes paramétricos e não paramétricos para comparação entre variáveis; e o software SPSS v.17.0 para banco de dados e análises. Resultados esperados: Espera-se encontrar elevada prevalência de fatores de risco cardiovasculares, com predomínio de hipertensão arterial e síndrome metabólica, nos obesos estudados. É provável que o nível de escolaridade seja baixo e o tempo de obesidade elevado. Presumivelmente, o nível de IMC, sexo e maior idade estarão associados a pior perfil de risco cardiovascular.

Palavras-chave: obesidade; perfil cardiovascular; cirurgia bariátrica.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br