NOVA PERPECTIVA NO ATENDIMENTO DO AUTISMO: ESTUDO DE CASO.

Autor(es): Vanessa Abreu Fontanelli ; Thalita Madeira de Almeida

O autismo infantil é conceituado como transtorno global do desenvolvimento e caracteriza-se por alterações desenvolvimentais, com déficit na interação social, comumente compatibilizado com alterações na comunicação e no comportamento. Os sintomas podem variar muito quanto à severidade e tendem a surgir antes da idade de três anos. A terapia ocupacional com o autista busca, através de atividades, aprimorar as suas capacidades, de modo a torná-lo mais funcional e competente, além de estruturar seu meio físico e social facilitando a orientação, assimilação e acomodação de informações e possibilitando maior interação e inclusão social. Para alcançar os objetivos, o terapeuta ocupacional pode utilizar como recurso a integração sensorial dando ênfase aos sistemas proprioceptivo, vestibular e tátil, através de atividades que permitam o desenvolvimento da percepção e organização do comportamento. Dentro desta perspectiva e após pesquisa, foi proposta a realização de atendimentos utilizando a hidroterapia embasada no método Halliwick como recurso inovador no serviço para o tratamento de uma paciente de 09 anos com diagnóstico de autismo atendida pelas estagiárias do quinto semestre sob a supervisão da professora Moniere Caroso no Serviço de Terapia Ocupacional (SerTO) da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública, durante o Estágio Curricular de Terapia Ocupacional na Atenção Integral à Saúde da Criança e do Adolescente em Média Complexidade. Os atendimentos ocorreram duas vezes por semana, no período compreendido entre 12/04/11 a 09/06/11, turno matutino, duração de 40 minutos. A escolha pela piscina ocorreu em virtude da identificação do interesse da paciente pela água durante o primeiro atendimento. A partir dos atendimentos na água, observou-se o aumento da atenção, interação com estagiárias, melhor respostas aos comandos verbais e às demandas das atividades propostas, bem como diminuição nos movimentos estereotipados, da agitação habitual e dos sons emitidos sem função.

Palavras-chave: autismo; terapia ocupacional; hidroterapia.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br