BIOPROSPECÇÃO DE SUBSTÂNCIAS NATURAIS COM POTENCIAL MODULADOR DA VIA DE PEROXIDAÇÃO DE LIPÍDIOS E MORTE DE CÉLULAS TUMORAIS

Autor(es): Caio Luis Gomes Vieira

Dentre as doenças de maior prevalência mundial, que ainda não possui um tratamento eficiente o câncer se destaca. Doença caracterizada por ser uma neoplasia maligna, ou seja, uma proliferação anormal, desordenada e descontrolada de células de um determinado tecido, as quais perdem sua capacidade de diferenciação em consequência das alterações nos genes que controlam e regulam o ciclo celular. A bioprospecção de substâncias naturais tem demonstrado ser de suma importância em estudos relacionados ao câncer, pelo fato de algumas conterem componentes reguladores do metabolismo redox, caracterizados como compostos bioativos, por apresentarem atividade antitumoral. A compreensão dos mecanismos geradores de espécies reativas do metabolismo do oxigênio (ROS), conhecidas também como radicais livres, é de estremo interesse científico, visto que estas interferem diretamente na regulação do ciclo celular de células metastáticas. Os principais subprodutos derivados do metabolismo oxidativo, formado na cadeia de transporte de elétrons da mitocôndria, são o ânion superóxido (O2-) e hidroxila (OH-). Sendo, que estes radicais, como por definição, não possuem emparelhamento de elétrons no último orbital, assim tornam-se altamente reativos e interage desestabilizando vários componentes celulares, dentre esses o DNA. Assim, o presente projeto visa prospectar substâncias moduladoras do metabolismo redox de células tumorais. Para tanto, serão avaliados extratos, frações e substâncias isoladas de plantas dos biomas Mata Atlântica e Cerrado sobre as linhagens tumorais: HL-60 (leucemia promielocítica), J774 (sarcoma) e B16-F10 (melanoma) in vitro. As metodologias empregadas serão: avaliação da lipoperoxidação, pela técnica de TBARS (substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico) e por dosagens de enzimas antioxidantes: a superóxido dismutase, catalase, glutationa redutase e peroxidases. Ademais, os níveis de ROS serão mensurados pelo emprego das sondas dihidroetidina (DHE) e 2

Palavras-chave:

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br