ABORDAGEM HISTÓRICA SOBRE A MORTE E MORRER: UMA REVISÃO DE LITERATURA

Autor(es): Luana Novaes de Medeiros Netto

Este trabalho objetiva apresentar uma revisão de literatura sobre a abordagem histórica de morte e morrer. Tradicionalmente a morte é considerada como um evento biológico que encerra uma vida. Além disso, é vista como um processo, como um fenômeno progressivo e não mais como um momento; é a interrupção da vida de um ser ou de um organismo; paragem de todas as funções vitais do corpo humano. Ao longo da evolução humana, esta percepção foi se transformando em uma proporção diferenciada na vida das pessoas. No passado, a morte era percebida como uma fase natural da vida. O processo morte/morrer era assistido pelos familiares, permitindo o conforto e a presença dos entes queridos no final. Houve, portanto, uma transição de conceitos e percepções. A morte que era consumada e constatada nas residências dos doentes, passa a acontecer nas casas de saúde e a família que assumia os cuidados começa a transferi-los aos profissionais de saúde. A morte tem o poder de despertar sentimentos profundos como: angústia, ansiedade, medo, espanto e fuga. Atualmente, o mundo ocidental possui uma cultura onde o processo da morte é negado, principalmente por acreditarem que traga dor e desespero. Trabalha-se apenas os pontos negativos do fim da vida. A sociedade prefere anular a palavra morte do cotidiano e deixar para trás a verdade de que a morte é uma conseqüência da vida. A dificuldade de lidar com a morte; o desconhecimento das fases psicológicas desta e a aceitação do processo gera mecanismos de defesa como isolamento do paciente e da família, sentimentos de ansiedade e falta de preparo, etc. Desta forma, compreende-se que é necessário educar-se para a morte desde o seio familiar perpassando pelo cotidiano da vida diária e da maturidade das experiências vivenciadas entre os profissionais da área de saúde diante da morte.

Palavras-chave: morte; histórico da morte; morte-morrer

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br