AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA EM PACIENTES COM HANSENÍASE

Autor(es): Fabienne Marques Palomares; Paulo Roberto Lima Machado

Introdução: A hanseníase é uma doença infecto-contagiosa, incapacitante e ainda associada a estigmas. Representa um grave problema de Saúde Pública e o Brasil é um dos países endêmicos para tal enfermidade A doença gera sofrimento para o paciente que vai além do prejuízo físico, causando impactos sociais e psicológicos. Por tudo isso, é notável que a doença pode comprometer a qualidade de vida dos pacientes, que geralmente enfrentam a vergonha, o preconceito, a discriminação e o isolamento. Metodologia: Estudo observacional, clínico-epidemiológico, transversal, através de aplicação de questionário (Dermatology Life Quality Índex (DLQI), que resulta em escores interpretados como grau de comprometimento da qualidade de vida - leve, moderado, grave e muito grave) com os pacientes de um ambulatório de hanseníase, com amostra de conveniência. O escore obtido com o DLQI foi correlacionado às variáveis investigadas: forma clínica da doença, presença de episódio reacional (tipo 1 ou 2) e grau de incapacidade física. Resultados: Dos 123 pacientes avaliados, 52,8% eram do sexo feminino, e a média de idade foi de 44 anos. A pontuação obtida com o questionário variou de 0 a 27 pontos com uma média de 11,8 pontos (comprometimento grave). A maioria dos pacientes (37,4%) se enquadrou na classificação de comprometimento grave, e 9,8% apresentaram comprometimento muito grave. Apenas 4,9% da amostra não assumiram comprometimento da qualidade de vida. A doença levou ao desemprego em 47,2% dos casos, e todos estes tinham algum grau de comprometimento da qualidade de vida, com 51,7% apresentando escore grave ou muito grave. Discussão e conclusão: Os resultados evidenciam o alto grau de comprometimento da qualidade de vida em pacientes com hanseníase. Nossos dados reforçam a necessidade de investimento numa abordagem multidisciplinar para a hanseníase, que contemple as complexas questões associadas às repercussões da doença sobre o trabalho e qualidade de vida destes pacientes.

Palavras-chave: hanseníase; qualidade de vida; comprometimento; questionário.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br