PERCEPÇÃO DOS PAIS, PROFESSORES E PROFISSIONAIS DE CRIANÇAS AUTISTAS QUANTO À DIETA RESTRITA EM GLÚTEN E CASEÍNA

Autor(es): Juliane Penalva Costa Serra

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) é um dos mais severos Transtornos Invasivos do Desenvolvimento (TID) definido com base em anormalidades na sociabilidade, na linguagem e no comportamento da criança. Baseada na teoria de que peptídeos exógenos (gluteomorfina e caseomorfina) têm um papel na patogenia do TEA interferindo na neurotransmissão do SNC, a dieta restrita em Glúten e Caseína tem atraído interesses. Metodologia: Serão usados três instrumentos (uma ficha sócio-demográfica e antecedentes médicos, uma entrevista semi-estruturada e a escala de sintomas ABC) aplicados às mães e somente um deles (entrevista semi-estruturada) aos professores e profissionais que instituíram a dieta GF/CF. As respostas serão analisadas em dois níveis. Objetivo: compreender como os pais, os professores e profissionais percebem os efeitos dessa dieta em relação aos sintomas do autismo e porque optaram por esse tratamento.

Palavras-chave: AUTISMO, DIETA, CASEÍNA, GLÚTEN

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br