AVALIAÇÃO FUNCIONAL DOS LINFÓCITOS T CITOTÓXICOS DE INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO HTLV-1.

Autor(es): Enzo Loandos Oliveira

CINÉTICA DA MOBILIZAÇÃO DO CD107A (LAMP-1) E DEGRANULAÇÃO DE GRANZIMA E PERFORINA: UMA AVALIAÇÃO FUNCIONAL DOS LINFÓCITOS T CITOTÓXICOS DE INDIVÍDUOS INFECTADOS PELO HTLV-1. Introdução. O HTLV-1 é um retrovírus que estabelece infecção persistente, mas sem sintomatologia em 90% dos casos. Uma das principais patologias associadas à infecção é a mielopatia associada ao HTLV-1/paraparesia espástica tropical (HAM/TSP), doença inflamatória do sistema nervoso central. Quanto à patogênese da HAM/TSP, é importante a função de linfócitos T CD8+ (CTL) frente à infecção pelo HTLV-1, havendo citotoxicidade direta de células infectadas, liberação de citocinas pró-inflamatórias e degranulação de granzima B e perforina. O papel dos linfócitos T CD8+ em pacientes com HAM/TSP é controverso. Objetivo. Avaliar características funcionais de linfócitos T CD8+ em indivíduos infectados pelo HTLV-1 com HAM/TSP. Metodologia. Ensaios envolvendo 80 pacientes infectados pelo HTLV-1, com HAM/TSP, avaliando em seus linfócitos T CD8+: fenótipo de linfócito T CD8+ de memória central e efetora, mobilização do CD107a e detecção intracelular de IFN-?, detecção de IL-15 em células CD14+, eficiência lítica de linfócitos T CD8+ e determinação da carga proviral. Resultados. Projeto em andamento. Em linfócitos TCD8+ de pacientes com HAM/TSP, os achados mais comuns em ensaios funcionais são: maior degranulação de granzima B e perforina, maior expressão superficial de CD107a durante processo degranulatório ativo, predominância do padrão de resposta imune Th1, com expressão de citocinas pró-inflamatórias, como IFN-? e TNF-a e menor eficiência de lise. Considerações Finais. A ação CTL na infecção pelo HTLV-1 pode ser benéfica ao reduzir a carga proviral e impedir progressão para estágios avançados da mielopatia. Por outro lado, mecanismos ainda não completamente entendidos comprometem eficácia dos CTL e estes passam a ter um papel preponderante no dano à medula espinhal, favorecendo desenvolvimento da HAM/TSP.

Palavras-chave: vírus linfotrópico de células T humanas tipo 1. paraparesia espástica tropical. linfócitos T CD8-positivos.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br