PERCEPÇÃO DE DISCENTES DO CURSO DE ODONTOLOGIA DA ESCOLA BAHIANA DE MEDICINA E SAÚDE PÚBLICA SOBRE PACIENTES PORTADORES DE HIV E HTLV.

Autor(es): Marina C. Cartibani dos Santos

A disseminação de infecções pelos vírus HIV e HTLV tem provocado uma grande tensão entre os trabalhadores em virtude do risco ocupacional e devido à persistência de preconceitos que contribuíram para aumentar a resistência ao atendimento e tratamento dos soropositivos. O presente estudo objetivou descrever a percepção de alunos do curso de Odontologia de uma Instituição de Ensino Superior privada no que diz respeito aos sentimentos e apreensões mobilizadas ao lidar com pacientes soropositivos para os vírus HIV e HTLV. Foi realizado um estudo exploratório, descritivo, com abordagem qualitativa, utilizando a História Oral Temática para coleta e análise de dados. A amostra abrangeu 140 estudantes representantes dos vários semestres. Para a coleta de dados foi utilizado um roteiro semi-estruturado para nortear as entrevistas e as interpretações dos depoimentos foi realizada através de categorização por inferência de conteúdos semelhantes. Observou-se que a maior parte dos estudantes (59%) informou nunca ter atendido pacientes soropositivos para os dois tipos de vírus. Embora o vírus HIV fosse o mais temido, 39,55% dos discentes não evidenciaram conhecimentos a respeito da infecção pelo HTLV. 82,58% dos entrevistados relataram ser importante ter conhecimento prévio da soropositividade antes do atendimento e 69,40% afirmaram conhecer os procedimentos a serem tomados em caso de exposição acidental. Logo, urge a necessidade de se ampliar os conhecimentos referentes às infecções investigadas e de se adotar uma abordagem mais humanística dos indivíduos soropositivos.

Palavras-chave: HIV; HTLV; Epidemiologia.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br