UM ESTUDO SOBRE A RESOLUTIVIDADE DO SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA ANTES E DEPOIS DA VIGÊNCIA DA LEI SECA NA CAPITAL BAIANA

Autor(es): Camila Moreira de Souza; Ivana Diniz Lírio

O custo para um país atender, internar e subsidiar vítimas é alto e a maioria destas sofreu lesões por causas externas, muitas vezes, passíveis de prevenção. As vítimas devem receber uma boa qualidade de assistência no intuito de reduzir as sequelas e evitar o óbito. Neste sentido, criou-se o programa denominado Advanced Trauma Life Support / ATLS (Suporte Avançado de Vida no Trauma / SAVT), pelo Colégio Americano de Cirurgiões. O SAVT iniciou no Brasil em 1989, mas somente em 2003, foi institucionalizada a Política Nacional de Atenção às Urgências responsável pela criação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que atende vítimas com agravos de natureza clínica, cirúrgica, traumática e psiquiátrica fora do âmbito hospitalar.No Brasil, as causas externas representaram a terceira causa de morte, no ano de 2000, assim, os acidentes de trânsito têm sido alvo de grande preocupação pelo elevado número de vítimas jovens que atingem e pelos impactos sociais, econômicos e pessoais que provocam. Estudos reforçam a evidência de que a adoção de medidas legais que regulamentam alcoolemia e direção tem efetividade na redução de acidentes de trânsito, mostrando a importância destas, no sentido de reduzir os riscos de exposição a acidentes decorrentes do consumo abusivo de bebidas alcoólicas. Devida a capacidade do álcool em produzir alterações neuromotoras, o Congresso Brasileiro em 19 de junho 2008 implantou a Lei n° 11.705, a Lei Seca. A lei visa à redução de acidentes de trânsitos e além da implantação do SAMU outros fatores podem ter contribuído para a diminuição do número de mortes nestes na capital baiana como a entrada em vigor do Código de Trânsito Brasileiro, as mudanças na área de engenharia de tráfego e a instalação de radares para controle de velocidade.

Palavras-chave: samu; acidentes de trânsito; lei seca.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br