COMPARAÇÃO DO EFEITO ENDOTELIAL DA TERAPIA COM ESTATINA EM ALTA DOSE X BAIXA DOSE ASSOCIADA A EZETIMIBA

Autor(es): Patricia Fontes da Costa Silva; Maristela Magnavita Oliveira Garcia; Carolina Garcez Varela; Paulo Meira Góes

Os benefícios da terapia antilipemiantes com estatinas já foram creditados à redução da produção intracelular do colesterol; estudos em aterosclerose, no entanto, sugerem efeitos endoteliais e anti inflamatórios pela redução dos isoprenóides, obtidos em via paralela à do colesterol. O ezetimibe reduz o colesterol através da absorção intestinal de lipídeos. O presente trabalho, então, compara terapêuticas com estatina em alta dose e estatina em baixa dose associada ao ezetimibe, a fim de testar se alguns dos benefícios conferidos às estatinas devem-se a efeitos pleiotrópicos.

Palavras-chave: Função endotelial, estatinas, pleiotropismo

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br