LINFANGIOMA CÍSTICO: RELATO DE CASO CLÍNICO

Autor(es): Itana Santos Fernandes; Elem Carla de Sousa Sala

Paciente C.C.E, 17 anos, masculino, compareceu a um serviço de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial queixando-se de aumento de volume submandibular a esquerda há cerca de 6 anos, tendo se submetido a biópsia prévia com laudo de linfoadenopatia reacional com padrão folicular. Ao exame clínico observou-se aumento de volume nodular, indolor, na referida região. À palpação, a lesão apresentava-se macia, móvel, não pulsátil, com limites bem demarcados. A punção aspirativa foi positiva para líquido citrino de coloração amarelada. A tomografia computadorizada sugeriu cisto branquial, rânula ou linfangioma cístico. O paciente foi submetido à exérese da lesão cujo aspecto clínico-cirúrgico mostrou com zona de clivagem bem demarcada, cápsula fina e pouco aderida às estruturas adjacentes. Foi possível a remoção total da lesão sem ruptura da cápsula cística. O laudo anátomo-patológico referia diagnóstico de linfangioma cístico, confirmando as suspeitas clínicas. O paciente foi acompanhado por cerca de 1 ano, com consultas clínicas periódicas, porém, não compareceu ao ambulatório nos anos subseqüentes. Em 2010, o paciente retornou ao mesmo serviço queixando-se de recidiva evidente da lesão. Nesta oportunidade, percebeu-se lesão nodular, de consistência fibrosa, móvel, indolor. A punção aspirativa foi positiva para líquido de coloração amarelada. Curiosamente, observou-se na radiografia panorâmica a formação de lesão radiolúcida unilocular, de limites bem definidos, em região de ramo de mandíbula à esquerda associada à face distal de terceiro molar semi-incluso. O paciente foi submetido a novo procedimento cirúrgico das lesões supracitadas cujos diagnósticos histopatológicos foram de higroma cístico e cisto dentígero. O paciente encontra-se em proservação.

Palavras-chave: Paciente C.C.E, 17 anos, masculino, compareceu a um serviço de cirurgia e traumatologia bucomaxilofacial queixando-se de aumento de volume submandibular a esquerda há cerca de 6 anos, tendo se submetido a biópsia prévia com laudo de linfoadenopatia r

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br