Avaliação da Qualidade de Vida em Pacientes Submetidos à Infiltração de Pontos Gatilho

Autor(es): Gabrielli Tigre Cunha

Introdução: A Síndrome Dolorosa Miofascial (SDM) caracteriza-se por dor muscular localizada decorrente da presença de pontos-gatilho (PG). Apesar de a SDM ser uma das causas mais comuns de dor e incapacidade em indivíduos que apresentam algias de origem musculoesquelética, muitos profissionais da área de saúde e os pacientes não a reconhece. Objetivo: Avaliar a qualidade de vida dos pacientes portadores da SDM antes e depois de serem submetidos ao tratamento por infiltração dos PGs por injeção de substância anestésica. Metodologia: Foi realizado um estudo analítico-descritivo, longitudinal prospectivo, com coleta de dados sócio-demográficos e clínicos; aplicação do questionário SF-36 e da Escala Visual Analógica de Dor (VAS). O banco de dados e seu processamento foram realizados utilizando o programa SPSS. Devido se tratar de uma escala analógica-numérica será utilizado para as medidas de associação o teste não paramétrico conhecido como teste dos postos assinalados de Wilcoxon. Utilizou-se o teste do qui-quadrado ou o teste exato de FisherAs estatísticas foram consideradas significativas com valores de p <0,05. Resultados/Resultados esperados: A maioria dos indivíduos era do sexo feminino, com idade média de 42 + 10,87 e 56,7% afirmaram ser casados. A maior média do escore foi obtida na dimensão Estado Geral da Saúde (55,16), seguido da dimensão Saúde Mental (53,03) e Capacidade Funcional (51,5). Os menores escores foram obtidos nas dimensões Limitações por Aspectos Físicos (20,41), Dor (26,5) e Vitalidade (37,16).

Palavras-chave: Síndrome dolorosa miofascial. Pontos gatilho. Qualidade de vida.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br