Avaliação do Potencial Antioxidante de Extratos de Plantas da Caatinga e Mata Atlântica-ba

Autor(es): Thiago Fauerharmel Nunes, Lourdes Cardoso de Souza Neta, Diego Silva Menezes, Diego Silva Menezes

Introdução: Os antioxidantes são substâncias que têm como função a neutralização dos radicais livres ou a reversão dos seus efeitos biológicos, são liberados em processos oxidativos celulares e que, em excesso, desencadeiam um desequilíbrio chamado estresse oxidativo. Processo que pode lesar material genético, estrutura celular, entre outros importantes processos biológicos. Diversas doenças estão relacionadas com o estresse oxidativo, como as cardiopatias e os cânceres, principais causas de morte mundial. Objetivo: O presente projeto visa identificar, analisar e comparar substâncias antioxidantes presentes em extratos de plantas coletadas nos biomas caatinga e mata atlântica do território baiano. Metodologia: Para tanto, plantas serão coletadas, randomicamente, de regiões de caatinga e mata atlântica da Bahia e, posteriormente, serão preparados extratos etanólicos e diclorometânico. Para a realização da avaliação do potencial antioxidante serão utilizados os métodos de ORAC ("Oxygen Radical Absorbance Capacity Assay"), método que mede a capacidade de captura de um radical específico, o peroxil; o sistema ß-caroteno/ácido linoleico, método que avalia a atividade de inibição de radicais livres gerados durante a peroxidação do ácido linoleico e o método do DPPH (2,2-Diphenyl-1-picryl-hidrazil), que mede a captura do radical antioxidante DPPH. Resultados/Resultados esperados: Espera-se identificar substâncias moduladoras do metabolismo redox e, posteriormente, avaliar o efeito destas no contexto fisiológico de patologias correlatas ao evento de estresse oxidativo.

Palavras-chave: antioxidantes.bioprospecção.radical livre.estresse oxidativo

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br