Percepções dos Estudantes de Psicologia Acerca da Morte

Autor(es): Marcília da Anunciação Rodrigues, Martha Moreira Cavalcante Castro

Introdução: O profissional de psicologia se depara com a morte em diferentes contextos do trabalho. Mas, Falar em educação para a morte nos remete à dificuldade de enfrentamento e superação do medo da morte pelos profissionais da área de saúde. Kóvacs e Junqueira (2008) observam que a inserção do tema da morte na formação do psicólogo é importante porque a morte passou a fazer parte do seu cotidiano profissional. Objetivo: O objetivo deste estudo foi investigar como os estudantes de Psicologia percebem a morte e se há uma preparação para lidar com o tema durante o curso. Metodologia: Estudo tipo corte transversal, realizado com trinta alunos de todos os semestres do curso de Psicologia da EBMSP. Foram utilizados questionário semiestruturado para coleta de dados. Resultados/Resultados esperados: Os resultados parciais da pesquisa foram obtidos com relação ao gênero, idade, sobre o que é a morte, o que significa morrer, se já teve contato com o tema da morte no curso, se acha pertinente essa discussão, se buscaria conhecimento fora da faculdade e se senti-se preparado para lidar com o tema em questão na atividade profissional. A partir das respostas, pode-se perceber um interesse no tema e a necessidade de se discutir durante a formação do Psicólogo, baseado na população em questão.

Palavras-chave: morte.morrer.educação para morte.atitude frente a morte.psicólogo

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br