O Uso do Lúdico e o Cuidado de Enfermagem Frente as Crianças Hospitalizadas

Autor(es): Saryza Almeida Carneiro, Ívina Fernandez Baqueiro Perrucho

Introdução: No Brasil não existe um estatuto específico que regulamente e oriente a utilização do lúdico como recurso terapêutico. Dentre os recursos disponíveis para a intervenção de enfermagem na assistência à criança, em nível emocional, encontra-se um valioso instrumento, o brinquedo, ou seja, a situação de brincar sendo utilizada com um propósito terapêutico. O uso da brinquedoterapia possibilita um real parâmetro para avaliação do estado psíquico desta criança. Objetivo: Este trabalho almeja buscar evidências disponíveis na literatura que abordem a inserção do lúdico no tratamento às crianças hospitalizadas e no processo de formação de profissionais de enfermagem. Metodologia: Trata-se de um estudo qualitativo descritivo, de revisão de literatura. Foram utilizadas as bases de dados LILACS, SCIELO, BVS e BDENF, onde selecionamos artigos que convergiram diretamente com o nosso objetivo de pesquisa e que nos serviram de referencial teórico. Os critérios de inclusão que utilizamos foram: a publicação que envolve o lúdico para aprimoramento dos profissionais de enfermagem, e para suavizar o tratamento de crianças hospitalizadas, publicados apenas na língua portuguesa, entre os anos de 1998 a 2011. Foram excluídos artigos que não estavam disponibilizados na íntegra, cujo foco de estudo se restringia apenas a uma faixa etária que não a infância e aqueles que não se tratavam sobre o enfermeiro. Resultados/Resultados esperados: É perceptível que os principais traumas relacionados à permanência da criança no hospital são o afastamento de seu lar, escola e amigos, tornando difícil a sua integração ao hospital, que em nada atende sua condição de criança. Sendo assim é necessária uma intervenção mais ativa de projetos que melhorem o acolhimento hospitalar para a classe infantil. Houve muitos relatos da diminuição de dor, o que eleva o humor, do paciente e do enfermeiro, melhorando assim o ambiente hospitalar.

Palavras-chave: criança.hospitalizada.brinquedo.enfermagem

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br