Avaliação da Atividade Antinociceptiva do Caule e Folha da Canavalia Brasiliensis

Autor(es): Adriano da Cunha Gomes, Diego Ribeiro Rabelo, Alene Vanessa Azevedo dos Santos, Lourdes Cardoso de Souza Neta, Diego Silva Menezes, Bruno Teixeira Goes, Bruno Teixeira Goes e Diego Silva Menezes

Introdução: Os produtos naturais representam importante fonte de compostos com diversas atividades biológicas. Testes realizados a partir das sementes da Canavalia brasiliensis (feijão bravo-do-ceará) revelaram significativos efeitos antinociceptivos. Nesse contexto, estudos acerca das demais partes da C. brasiliensis para o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos são justificados tendo em vista o crescente número de quadros álgicos cada vez mais comuns entre a população mundial. Objetivo: Avaliação da atividade antinociceptiva de extratos oriundos do caule e folhas da Canavalia brasiliensis. Metodologia: O projeto trata-se de um estudo experimental que fará uso de camundongos suíços, machos, pesando cerca de 30g, alocados no grupo experimental ou controle. As exsicatas da C. brasiliensis serão obtidas a partir do caule e folhas de plantas coletadas da região de Caatinga, identificadas e depositadas no Herbário da Universidade do Estado da Bahia. Posteriormente, extratos etanólicos e diclorometânico serão obtidos e testados. Para a avaliação comportamental dos animais será utilizado o teste de contorção abdominal induzida pela injeção intraperitoneal de ácido acético. O teste do campo aberto será empregado de forma a eliminar o viés da interferência dos extratos sobre o sistema locomotor dos animais. Resultados/Resultados esperados: Com a realização do presente estudo, espera-se contribuir à geração de conhecimento científico, bem como para identificação de extratos com promissoras atividades antinociceptiva. Adicionalmente, almeja-se testar a reversibilidade do efeito pela administração de fármacos anti-inflamatórios e inibidores opióides como também a possibilidade de isolamento futuro de sua substância ativa.

Palavras-chave: Canavalia brasiliensis. NOCICEPÇÃO. BIOPROSPECÇÃO. EXTRATOS VEGETAIS. CAATINGA

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br