Tradução e Validação do Dolotest® para à Língua Portuguesa do Brasil em Pacientes com Dor Crônica no Nível Populacional

Autor(es): Lívia de Araújo Melo Mendes, Abrahão Fontes Baptista, Rafaela Brito Viegas, Laís Bittencourt Pires, Kátia Nunes Sá e Ana Shirley Maranhão Vieira

Introdução: A dor crônica (DC) é persistente ou recorrente e não está necessariamente associada a uma lesão no organismo. Estima-se que, mundialmente, 80% das consultas médicas devam-se à presença da dor (Kerns et al.,2003). Em Salvador, foi observada uma alta prevalência de DC no nível populacional (41,4%). As Equipes de Saúde da Família (ESF), em atividade na USF, identificam os problemas e necessidades das famílias e da comunidade (Ministério da Saúde, 2001). Diversos instrumentos têm sido desenvolvidos para avaliar e acompanhar a evolução da DC. O Dolotest® é uma ferramenta recentemente desenvolvida para ajudar a alcançar metas e acompanhamento do plano de tratamento. Portanto, o objetivo do presente estudo é traduzir e validar o Dolotest® para a língua portuguesa do Brasil. Objetivo: Tradução, validação e adequação do Dolo Test para a língua portuguesa do Brasil. Metodologia: Desenhado para adaptar e validar linguisticamente o Dolo Test para o português do Brasil;População alvo: Portadores de dor crônica;População acessível: Pacientes de Dor Crônica da Unidade adstrita de Salvador, pertencente ao Distrito Sanitário da Boca do Rio;Critérios de inclusão: Estar matriculado no Sistema de Informação da Atenção Básica em Saúde (SIAB); Pertencer a uma das famílias registradas na Unidade Adstrita de Saúde; Ter queixa de dor crônica; Ter idade igual ou superior a 18 anos;Critérios de exclusão: Não saber ler e nem escrever; Déficit neuromotor ou cognitivo grave; Estar grávida; Planejamento estatístico: Análises posteriores poderão ser acrescentadas conforme os resultados encontrados;Aspectos éticos: Aprovado com o protocolo de número 149/2011. Resultados/Resultados esperados: Espera-se que o presente estudo, possa ajudar os profissionais da área de saúde a estabelecer, com maior facilidade, o perfil dos portadores de DC, proporcionando um aprimoramento das ações preventivas e terapêuticas nesses indivíduos, impactando no conhecimento técnico, cientifico e socioeconômico para abordagem do problema.

Palavras-chave: Dor Crônica, Dolo Teste, Qualidade de Vida

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br