Proteína C-reativa Incrementa o Valor Prognóstico do Escore Grace em Síndromes Coronarianas Agudas Sem Supradesnível do Segmento ST?

Autor(es): Isis Vasconcelos Lima, Luis Claudio Lemos Correia

Introdução: Proteína C-reativa(PCR) é um dos marcadores inflamatórios que se alteram com a exacerbação da inflamação, que acontece em pacientes com síndrome coronariana aguda(SCA). A medida da PCR apresenta valor preditor indepentente para eventos coronarianos recorrentes em pacientes com SCA sem supradesnível do segmento ST. Método: dosaremos a PCR, por método de nefelometria, dos pacientes incluídos e avaliaremos desfechos intrahospitalar e a longo-prazo. Objetivo: testar a hipótese de que a medida de proteína C-reativa(PCR) na admissão incrementa o valor prognóstico do escore GRACE em pacientes com SCA. Metodologia: incluídos indivíduos consecutivamente internados por angina instável ou infarto agudo do miocárdio sem supradesnível do segmento ST no ECG. Imediatamente após a chegada do paciente ao hospital, material plasmático foi colhido para dosagem de PCR por método de nefelometria (alta sensibilidade). Desfechos cardiovasculares durante hospitalização foram definidos pela combinação de óbito, infarto não fatal ou angina refratária não fatal. No seguimento de longo-prazo após a alta, foram colhidos desfechos definidos pelo combinado de óbito cardiovascular, infarto não fatal ou reinternamento por angina. Resultados/Resultados esperados: Incremento da avaliação prognóstica de pacientes com síndrome coronariana aguda, utilizando Escore GRACE.

Palavras-chave: Proteína C-reativa (PCR) ; GRACE; cardiologia

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br