A Influência da Furosemida na Morbimortalidade em Pacientes Graves com Lesão Renal Aguda

Autor(es): Gyoguevara Sol Queiroz Andrade Patriota, Constança Margarida Sampaio Cruz

Introdução: A Lesão Renal Aguda (LRA) pode ser definida como uma incapacidade do rim em excretar escórias nitrogenadas e manter o equilíbrio hidroeletrolítico. É uma complicação grave e freqüente em pacientes graves A Furosemida para tratar e prevenir LRA é largamente utilizada na prática médica, e em doses elevadas, sem que haja embasamento científico. Estudos científicos são conflitantes no que diz respeito à relação entre uso de furosemida e morbimortalidade por LRA Objetivo: Avaliar associação do uso de furosemida à maior morbimortalidade entre portadores de lesão renal aguda em Centro de Terapia Intensiva, em hospital geral em Salvador-BA. Metodologia: Trata-se de um estudo observacional, de coorte hospitalar cuja população alvo será composta pelos pacientes do Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Santo Antonio, Salvador - BA. A amostra será constituída pelos pacientes admitidos consecutivamente no período de Agosto de 2012 a Maio de 2013 e que cursem com LRA. Variáveis dependentes e independentes para complicações sistêmicas e LRA serão listadas diariamente no CTI, aproveitando-se dados registrados da enfermgem. Os dados serão analizados no software SPSS17.0. O desenvolvimento do trabalho tem aprovação prévias do comitê de ética do HSA. Resultados/Resultados esperados: Espera-se encontrar uma forte relação entre o uso de furosemida venosa e a piora da função renal dos pacientes, além de apresentar redução na sobrevida dos pacientes graves de CTI.

Palavras-chave: Lesão renal aguda. furosemida. paciente grave

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br