Reparo de Enxerto Ósseo Xenógeno Associado à Celulose Oxidada Regenerada:avaliação Histol

Autor(es): Márgara C. Nemen Pinto, Lívia Prates Soares Zerbinati, Arlei Cerqueira, Márgara Cunha Nemen Pinto, Livia Prates Soares Zerbinati e Arlei Cerqueira

Introdução: O enxerto autógeno é padrão ouro diante de um reparo ósseo, porém com a morbidade causada ao paciente por mais de um local operado e risco de infecção e inflamação e por conseqüência a perda do enxerto, o biomaterial xenógeno se torna uma boa opção. Ele possui biocompatibilidade e absorção próximos ao autógeno, além de bom osteocondutor e indutor. A celulose oxidada regenerada é uma gaze hemostática reabsorvível que age como matriz para a coagulação sanguínea normal. Objetivo: Avaliar descritivamente as lâminas com HE e Picrossirius; avaliar os parâmetros morfométricos através do software Image J; comparar os grupos experimental e controle diante dos parâmetros avaliados. Metodologia: A amostra no presente trabalho consistirá de 40 ratos albinos - Rattus norvegicus albinus, da linhagem Wistar, adultos jovens, machos, clinicamente sadios, com idade aproximada de 180 dias e peso médio de 250g, obtidos na Escola Bahiana De Medicina e Saúde Pública ( EBMSP). Para cada grupo experimental serão sorteados 8 animais, conferindo, assim, a aleatoriedade de cada uma das amostras. Durante o experimento, os animais serão mantidos em gaiolas individuais de polietileno com tampas de aço inoxidável, regularmente higienizadas, com temperatura ambiente de 23°C (mais ou menos 1°C) e alimentados com ração para ratos Nuvilabâ1 e água ad libitum.Os ratos serão divididos em dois grupos, sendo, no grupo 1, somente implantado o osso bovino liofilizado envolto pelo Surgicel e, no grupo 2implantado osso autógeno liofilizado envolto pelo Surgicel. Cinco animais de cada grupo serão mortos em diferentes períodos de observação: 07 dias, 14 dias, 21 dias e 30 dias de pós-operatório Resultados/Resultados esperados: Espera-se que a análise histológica monstre o reparo tecidual ao redor do enxerto com osso autógeno e xenógeno envolvidos por Surgicel.

Palavras-chave: Enxerto ósseo (bone graft); Biomateriais (biomaterials); Regeneração óssea (bone regeneration)

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br