Percepções sobre o Impacto da Formação Profissional do Psicólogo em Sua Saúde Mental.

Autor(es): Luanna Pereira de Lima Carvalho Xavier , Mônica Ramos Daltro

Introdução: O percurso de formação em psicologia e sua atuação profissional são psiquicamente mobilizadores, podendo constituir-se como uma experiência de vulnerabilidade ou de fortalecimento à saúde mental deste sujeito e supõe-se que os cuidados dispensados a esta questão sejam insuficientes e observa-se que a literatura trata essa questão com pouca profundidade Objetivo: O objetivo deste trabalho é conhecer como psicólogos percebem aspectos subjetivos envolvidos na formação profissional, e as relações existentes com a saúde mental e a escolha pelo campo de atuação profissional Metodologia: A população estudada serão egressos do curso de psicologia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. Serão contatados 1000 egressos desta instituição e a expectativa de respondentes é de 15% . Trata-se de um estudo de prevalência que utilizará um questionário semi-estruturado referente a dados 1 sócio-demográfico, 2 percurso acadêmico, 3 trajetória profissional e 4 percepções referentes ao processo formativo.formativoOs dados serão analisados em dois níveis, quantitativamente pelo software SPSS e qualitativamente pela análise de conteúdo. Resultados/Resultados esperados: Os resultados esperados na pesquisa são: a atuação prevalente na área clínica, um alto grau de satisfação com a atuação profissional e poucos cuidados em relação à própria saúde mental.

Palavras-chave: saúde mental. egressos. percurso formativo. psicólogos.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br