Validação da Escala Aberrant Behavior Checklist (abc)

Autor(es): Juliane Penalva Costa Serra, Milena Pereira Pondé

Introdução: Pesquisas demonstram que a prevalência de transtornos comportamentais é maior na população com retardo mental em comparação com a população geral. Um instrumento de avaliação que mensure os sintomas comportamentais em pacientes com retardo mental é importante para que se possa avaliar a evolução das medidas terapêuticas utilizadas. Dentre todas as escalas já publicadas, a ABC é a única que tem o objetivo de avaliar a resposta aos tratamentos, em pacientes com retardo mental Objetivo: O presente estudo tem como objetivo concluir o processo de validação da escala Aberrant Behavior Checklist (ABC) para retardo mental para a população brasileira. Metodologia: Com o objetivo comparativo, serão selecionados quatro grupos de crianças entre 5 e 12 anos formados a partir do resultado dos instrumentos da pesquisa (Raven, CARS e ABC)aplicados aos genitores: Grupo 1: quarenta crianças com retardo mental e autismo; Grupo 2: quarenta crianças com retardo mental e sem autismo; Grupo 3: quarenta crianças com retardo mental e sem autismo; Grupo 4: quarenta crianças sem retardo mental e sem autismo. Os dados obtidos serão analisados por métodos estatísticos específicos para as variáveis. Resultados/Resultados esperados: Espera-se com esse estudo, concluir o processo de validação da escala ABC que já passou previamente pelo processo de adaptação trans-cultural. Sendo essa a única escala produzida para avaliar resposta a tratamentos em crianças com retardo mental, esse estudo traz uma grande contribuição para a prática clínica.

Palavras-chave: Validação.Retardo mental.ABC

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br