Eficácia da Eletroestimulação em Pacientes Críticos

Autor(es): Flavio Eduardo da Hora Machado Miranda, Luciana Bilitário Macedo

Introdução: A sobrevida de pacientes críticos vem aumentando diariamente. Em conjunto com a elevação desta sobrevida, vemos o aumento da incidência das complicações da imobilização no leito e subsequente fraqueza muscular, a qual impacta diretamente na função física e na qualidade de vida pós-alta hospitalar. A mobilização precoce é um método viável para a prevenção do imobilismo. Sendo a eletroestimulação utilizada como alternativa ao exercício ativo em pacientes acamados. Objetivo: esclarecer sobre os efeitos da utilização da EENM em pacientes críticos internados nas UTI's. Metodologia: Estudo de revisão sistemática. Artigos selecionados na base de dados Pubmed e Lilacs no período de abril 2002/2012. Os critérios de inclusão foram: conter descritores completos ou em parte no título do estudo, abordar sobre a eletroestimulação no paciente crítico =18 anos de idade, serem do tipo ensaio clínico randomizado, obter escore de qualidade metodológica de JADAD =3 e escritos na língua inglesa ou portuguesa. Foram analisados o perfil clínico, o tempo de aplicação, a quantidade de sessões, os parâmetros utilizados e o desfecho da aplicação da EENM. Resultados/Resultados esperados: A aplicação da EENM pode atuar na recuperação de músculos enfraquecidos ou retardar o processo de perda muscular, além de reduzir o tempo de internação hospitalar em pacientes críticos.

Palavras-chave: Electrical Estimulation, Intensive Care Unit, Criticall Illness

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br