Mamoplastias de Aumento: Sinais de Infecções por Micobactérias de Crescimento Rápido

Autor(es): Juliana Socorro Casqueiro, Thaís Brandão Barreto, Bárbara Araujo Goes de Medeiros, Aline Soarez Garcez, Daniela Queiroz Moura, Janine Elis de Almeida Silva, Anna Karenine Braúna Cunha

Introdução: As infecções por micobactérias de crescimento rápido (MCR) após cirurgia estética têm se tornado cada vez mais frequentes. Apesar de não terem alta mortalidade, apresentam consequências bastante deletérias e o resultado estético final comprometido. Na maioria dos casos, os pacientes precisarão de novo procedimento cirúrgico e curso de antibióticos prolongado. Os mecanismos para esse tipo de infecção estão relacionados à contaminação de instrumental cirúrgico e imunossupressão do hospedeiro. Objetivo: Estabelecer quais são os principais sinais de uma infecção por micobactérias de crescimento rápido em mamoplastia, possibilitando um diagnóstico precoce e tratamento eficaz. Metodologia: Para a realização desse trabalho foram pesquisados artigos compreendidos entre os anos de 2009 a 2011. A pesquisa se deu no período de 01/10/2011 a 07/11/2011 pelos autores desse trabalho. Os artigos científicos relatam pesquisas relacionadas à infecção por MCR em cirurgias plásticas, com enfoque em mamoplastia. Os artigos foram retirados dos seguintes bancos de dados: Scielo e Revista Brasileira de Cirurgia Plástica. Resultados/Resultados esperados: Os principais sinais para a suspeita de infecção por MCR são: hiperemia e edema por mais de uma semana, dor e drenagem persistente de secreção purulenta. Para evitar a infecção por MCR, é necessário esterilização em autoclave, preconizado pela ANVISA em 2009 após um surto de infecção por MCR, pois se mostravam resistentes à desinfecção por glutaraldeído a 2%. O médico deve observar os sinais de uma infecção por MCR, já que traz grande comprometimento estético e necessita de um longo tratamento.

Palavras-chave: Micobacteriose atípica. Mamoplastia. Sinais e Sintomas. Infecção.

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br