Avaliação do Potencial Antitumoral de Extratos de Plantas do Estado da Bahia

Autor(es): Lourdes Cardoso de Souza Neta, Alene Vanessa Azevedo dos Santos, Rafaela Vergne Ribeiro Ferreira, Diego Silva Menezes

Introdução: Câncer é um conjunto de mais de 100 doenças causada pela proliferação anormal das células, invadindo tecidos e órgãos, formando tumores. Uma estimativa feita pelo Instituto Nacional do Câncer aponta que entre os anos de 2012 e 2013 a ocorrência de casos novos de câncer no Brasil é de 518.510. A quimioterapia é uma alternativa de tratamento, que apresenta atualmente em sua composição derivados de extratos naturais, como taxol, vincristina e vimblastina. Objetivo: Dessa forma o presente projeto realizou a bioprospecção de extratos naturais sob células tumorais in vitro. Metodologia: Utilizando-se extratos de Hyptis crassifolia, Myrcia sp., Myrcia ferruginea, Morithamnus ganophyllus, Lantana sp. e Eriope sp., foram feitos ensaios de proliferação celular pelo método colorimétrico de Haendel. As células foram mantidas em meio RPMI completo, em estuda de CO2. Após, foi realizada a contagem na câmara de Neubauer para igualar a concentração de células em placas de 24 poços e adicionou-se o meio, células HEPG2 (linhagem de hepatoma) e os extratos na concentração de 100ug/mL em um volume final de 2,5 mL/poço e como controle foi usado o DMSO. As placas foram incubadas na estufa de CO2 a 5% por 24 e 48 horas. Todos os experimentos foram feitos em triplicata e pra analise estatística usou o teste ANOVA e o pós-teste de Dunn, utilizando o software Prism 5.0®. Resultados/Resultados esperados: Os extratos apresentaram resultados estatisticamente relevantes, sendo que o extrato alcoólico de Myrcia sp., e o extrato diclorometânico de H. crassifólia, só tiveram ação nas primeiras 24 horas, e o extrato diclorometânico de Myrcia sp. só teve resposta 48 horas após o experimento, os outros inibiram nos dois tempos analisados. Assim, pretende-se realiar estudos para determinação do IC50 e, posteriormente, comparar com os fármacos padrões. Sendo que os mais promissores serão avaliados in vivo.

Palavras-chave: Bioprospecção. Produtos Naturais. Câncer

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br