Estudo da Resposta Inicial Contra Leishmania Braziliensis

Autor(es): Rebecca Pereira Curvelo, Camila Indiani de Oliveira

Introdução: A resposta imune é essencial para determinar resistência ou suscetibilidade á leishmanioses.Voluntarios expostos à Leishmania apresentam resposta diversa após o primeiro contato com o parasito. Assim, o estímulo de células mononucleares do sangue periférico humano com antígenos de Leishmania distingue dois tipos de resposta:a elevada produção de interferon gama, caracterizando um indivíduo Alto Respondedor(AR) ou a baixa produção desta citocina, caracterizando um indivíduo Baixo Respondedor(BR). Objetivo: Caracterizar o perfil de expressa gênica na resposta inicial contra a Leishmania. Metodologia: SUJEITOS DA PESQUISA:critérios de inclusão e exclusão previamente estabelecidos serão empregados para seleção dos voluntários.CULTURA DE LEISHMANIA:formas promastigotas de Leishmania braziliensis serão cultivadas em meio Schneider (Sigma) suplementado.DOSAGEM DE CITOCINAS:A quantificação das citocinas presentes nos sobrenadantes de cultura será feita por ELISA.VALIDAÇÃO DA EXPRESSÃO GÊNICA: Será empregada a técnica de PCR em tempo real para validação.OBTENÇÃO DE CÉLULAS E ESTÍMULO COM LEISHMANIA:serão coletados 20 ml de sangue periférico em tubo de heparina,a separação das Células Mononucleares do Sangue Periférico será realizada por gradiente de Ficoll.O anel contendo as CMSP será coletado e transferido para um novo tubo onde as células serão lavadas e contadas para posterior estimulação. Resultados/Resultados esperados: Já estabelecemos uma lista de genes candidatos expressos diferencialmente em indivíduos alto e baixo respondedores. A seguir pretendemos validar a expressão destes genes candidatos, por PCR em tempo real.

Palavras-chave: Leishmania. expressão gênica. interferon gama

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br