Análise In Vitro das Mutações na Região LTR do HTLV-1

Autor(es): Matheus Santos Rodrigues Silva, Filipe Ferreira de Almeida Rego, Bernardo Galvão Castro Filho, Túlio de Paiva Nazareth Andrade de Oliveira, Luiz Carlos Júnior Alcântara

Introdução: O vírus linfotrópico de células T humanas tipo I(HTLV-1), foi o primeiro retrovírus humano descrito, sendo associado a várias enfermidades. Dentre elas existe a Paraparesia Espástica Tropical que é uma doença neurológica crônica e degenerativa que apresenta uma prevalência de 1-5% nos indivíduos infectados pelo vírus. A região LTR(Long Term Repeat) é responsável pela regulação da expressão viral, assim mutações nesta região podem levar a uma maior/menor expressão das proteínas virais. Objetivo: Demonstrar in vitro o papel das mutações dentro da região promotora do HTLV-1 (região LTR), correlacionando este resultado com o perfil clínico e carga proviral dos indivíduos infectados. Metodologia: O estudo é composto por uma amostra de indivíduos infectados pelo HTLV. Estes serão divididos entre 4 grupos analisados (Assintomáticos com alta e baixa carga proviral e TSP/HAM com alta e baixa carga proviral). As amostras foram coletadas e a carga proviral foi realizada. Será realizada a PCR correspondente a região LTR5' e os produtos purificados serão submetidos a sequenciamento. As mutações encontradas serão analisadas e daquelas estatisticamente significantes serão construídos plasmídeos por mutação sítio dirigida em um vetor que contém o gene da luciferase sob comando da região LTR. As células então serão cotransfectadas com estes mutantes e com outro plasmídeo que expressa a proteína Tax do HTLV-1. Avaliando a eficiência da ativação transcricional da LTR por ensaio da luciferase. Resultados/Resultados esperados: Espera-se encontrar mutações que estão relacionadas com a diferencial expressão do HTLV-1 e consequentemente com a carga proviral e o risco de desenvolvimento de TSP/HAM. Caso mutações sejam encontradas, estas podem servir para o monitoramento dos indivíduos.

Palavras-chave: HTLV-1.Paraparesia Espástica Tropical.Luciferases

voltar
Anais da MCC., Salvador, v.1, n.3, setembro. 2012, ISSN

Av. Dom João VI, 274 - Brotas - CEP: 40285-001
Salvador/Ba Tel: 2101-1900 Fax: 3356-1936
http://www.bahiana.edu.br