Galeria de Fotos

2º Dia - Mostra Científica e Cultural 2014

“Uma festa do conhecimento”. Esta é a definição que a diretora da Bahiana, Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani, faz da Mostra Científica e Cultural, realizada nos dias 25 e 26 de setembro, na Unidade Acadêmica Cabula e que este ano chegou a sua 14ª edição com 147 apresentações orais e 253 trabalhos científicos em pôsteres. "A importância da MCC é proporcionar que tanto o estudante como o professor estejam produzindo conhecimento. Nós não estamos preocupados em apenas passar conhecimento, o que é também muito importante para que o aluno aprenda tudo que hoje se conhece a respeito do que ele vai utilizar na sua profissão, mas também em produzir novos conhecimentos. É o momento de mostrar o conhecimento que produzimos para toda a sociedade. Então chamamos a comunidade externa, trazemos crianças, idosos e adolescentes para que o conhecimento que a gente aprendeu e o que produzimos cheguem às pessoas, porque esse é o objetivo", declara Dra. Maria Luisa.

A programação também contou com seis minicursos, seis oficinas, além de ações de promoção da saúde realizada em uma grande feira com cinco stands das ligas acadêmicas. Além dos estudantes, professores e colaboradores, a Bahiana recebeu a visita de idosos da Paróquia Ceia do Senhor, de crianças do 3º ano do ensino fundamental da Escola Municipal da Engomadeira, de adolescentes do Colégio Estadual Governador Roberto Santos, da Escola Estadual Francisco da Conceição Menezes, da comunidade Rio Amazonas, do NEOJIBÁ e Jovens Aprendizes da Bahiana, totalizando 296 pessoas. Para cada grupo, foram realizadas atividades educativas sobre a importância da escovação e higienização bucal, prevenção de acidentes domésticos, orientação vocacional, gravidez na adolescência, entre outros.

Para a estudante do 6º semestre de Enfermagem, Maria Rita Alves da Silva, a mostra é o momento de transferir para outras pessoas o conhecimento adquirido nas atividades acadêmicas. Ela integra o Programa de Educação Para o Trabalho – PET Redes. “Acho o PET Redes uma iniciativa muito boa porque ela envolve estudantes de vários cursos. É um trabalho multidisciplinar que nos permite a troca de experiências. Estar aqui hoje, na MCC, possibilita transferir tudo que a gente está aprendendo".

Maria Rita, juntamente com colegas do PET Redes, promoveu a ação educativa de prevenção de acidentes domésticos em crianças. O grupo, coordenado pelo Prof. Dilton Mendonça, recebeu crianças da Escola Municipal da Engomadeira. Segundo a professora da instituição, Maria Rita Santos Bonfim, “a visita à Bahiana foi uma oportunidade maravilhosa, inclusive um deles declarou que foi o melhor passeio que já fez, para outro foi a primeira vez que usou flúor. Eles precisam dessa oportunidade, pois vêm de uma área de tremendo conflito social.” Concordando com a professora, o estudante de nove anos, Fabian Mascarenhas declarou:  "A visita foi muito boa, porque eu nunca tinha vindo aqui, achei muito legal. A atividade que mais gostei foi a de escovar os dentes”.  

Além de possibilitar a partilha de conhecimento, participar da MCC é também a oportunidade de aprendizado, de forma dinâmica, como enfatiza o estudante de Fisioterapia do 7º semestre, Vitor Soares. “Participei de quatro mostras e, este ano, o diferencial foi a organização. O que eu gosto da mostra como evento é que permite a experiência prática para alunos de semestres iniciantes. Foi a minha primeira experiência prática. Quando comecei, participei do Pesado - projeto em que fazíamos avaliações posturais nos pacientes. Hoje, a experiência prática é com a Liga de Fisioterapia, Ortopedia e Esporte (LAFORTE).  Dessa vez, trabalhamos com atendimento. Então, lá no início, quando participei, aprendi a avaliar e hoje estou atendendo”.
 

#MCCEUFUI

Um dos diferenciais da XIV Mostra Científica e Cultural da Bahiana foi o envolvimento dos estudantes em todo o processo de organização do evento, ação inédita e que foi fundamental na mobilização para que toda a comunidade Bahiana se envolvesse, como explica a responsável técnica do Núcleo de Atenção Psicopedagógica, Maria Angélica Mendes.  “Acredito que isso seja o reflexo de uma ação inovadora que foi a comissão de estudantes que criamos para trabalhar juntamente com a comissão organizadora da mostra. E eles participaram de uma forma muito agrupada. Fizeram um trabalho prévio de mobilização muito grande. Então vimos que o trabalho para a MCC tem sido cada vez mais organizado e que mobiliza toda a instituição porque sua importância é a produção científica dos alunos e professores. Então, a mobilização entre dos docentes e discentes e as ações de responsabilidade social que acontecem todos os anos é cada vez melhor”.
 

Premiação

Como em todas as edições, a MCC ofereceu, por meio de sorteio, passagens aéreas para a participação em congressos e eventos científicos aos estudantes que inscreveram trabalhos para serem apresentados no evento. Este ano, foram agraciadas as estudantes do curso de Enfermagem, Emanuele Rosados Costa, com o pôster “Qualidade de vida dos profissionais de Enfermagem no ambiente laboral”, sob a orientação da Prof.ª Carina Oliveira dos Santos e Mariana Santos Lago, com o trabalho de comunicação oral “Percepções de Puérperas vítimas de violência institucional”, sob a orientação da Prof.ª Bárbara Angélica Gomez Perez.



Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936