Galeria de Fotos

16ª JOBA
Mais uma vez, a Jornada de Odontologia da Bahiana (JOBA) surpreende e se concretiza com sucesso. Durante os dias 19 e 20 de maio, mais de 700 pessoas entre estudantes e profissionais inscritos, professores e alunos que integraram a comissão organizadora estiveram reunidos na Unidade Acadêmica Cabula para participar de uma intensa programação de palestras, mesas-redondas e minicursos. Ao todo, foram apresentados 340 trabalhos entre temas livres, mesas demonstrativas e painéis. Em paralelo à 16ª JOBA, também foram realizados o 1º Encontro Baiano de Odontologia Estética, o 6º Encontro de Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial e o X Encontro de Ex-Alunos da Bahiana.

Como todos os anos, a JOBA homenageia um professor da casa que se destaca no curso. Este ano o homenageado foi o professor Fernando Bastos Pereira Junior da disciplina Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial, pelos serviços prestados à comunidade científica odontológica do estado da Bahia e, sobretudo, pela dedicação e empenho à Bahiana. Ele recebeu o destaque durante a cerimônia de encerramento que também reuniu o pró-reitor de Pesquisa e Inovação da Bahiana, Atson Fernandes, o coordenador do curso de Odontologia, Prof. Dr. Urbino Tunes, a presidente da comissão organizadora de docentes, Andrea Cavalcanti e a presidente da comissão organizadora de discentes da JOBA, Amanda Brandão.

"A JOBA sempre é planejada para que tenhamos boa qualidade na programação científica e nos trabalhos apresentados e é isso que garante o sucesso do evento. Então, tivemos salas cheias, superamos o número de inscritos, foram 681 pessoas, e, no número de trabalhos, 340, ou seja, quase 100 trabalhos a mais do que no ano passado", conta Andrea Cavalcanti. Entre as novidades desta edição, ela destaca a Odontologia na Selva que foi uma atividade complementar à JOBA Comunidade que todos os anos realiza atividades relacionadas à prevenção em saúde pública. O evento foi promovido pela Liga Acadêmica Bahiana de Educação em Saúde Bucal (LABESB), sob coordenação docente dos professores Antonio Pitta e Ana Carla Robatto e envolveu atividades de higiene bucal executadas pelos acadêmicos do curso de Odontologia da Bahiana. "A ideia foi mostrar como é possível fazer algumas ações de odontologia relacionadas à prevenção que, inclusive, podem ser feitas na selva, numa tribo indígena e em campanha. Tudo foi muito bem recebido pelas crianças residentes no bairro do Cabula", explica Andrea.

Segundo o coordenador do curso, Urbino Tunes, todas as expectativas foram superadas e o evento teve como destaque a discussão de temas da atualidade. "Tínhamos uma expectativa que foi superada tanto no número de participantes como no número de trabalhos inscritos. Na programação científica, também tivemos temas muito interessantes como o uso de células-tronco dentárias na criação de outros tecidos e o trabalho de diversas especialidades na promoção da harmonização orofacial. Então, foi um sucesso, todos muito alegres, a comissão organizadora fez um trabalho excelente".

Para o estudante do 10º semestre de Odontologia Eduardo Dias, um dos diferenciais do curso da Bahiana é a carga horária de aulas e os recursos oferecidos pela instituição. "A exemplo deles, está a JOBA que se configura como um ótimo evento, onde podemos aprimorar os conhecimentos. Ela também dá oportunidade para todos os alunos". Ele explica que a diversidade da programação permite que alunos que não tenham afinidade com a produção acadêmica possam participar assistindo a palestras ou minicursos e que os estudantes que têm interesse na produção científica também encontram espaço para apresentar seus trabalhos. Eduardo apresentou o tema livre "Relato de Caso de Bruxismo Infantil" que pesquisou no Ambulatório Docente-Assistencial de Odontologia da Bahiana.
Tanto Eduardo como sua colega Caroline Dayube foram assertivos quando avaliaram a organização do evento. "A organização foi o destaque deste ano porque a grade científica manteve o padrão de excelência de sempre, mas, dessa vez, a organização foi impecável", disse Caroline. Perto de se graduar, a estudante conta que tem muito interesse em odontopediatria, mas ainda não fechou sua escolha, preferindo experimentar o mercado de trabalho antes de se decidir. "A JOBA pode acrescentar muito no processo de formação do aluno de odontologia porque traz palestras, tecnologia e o que há de mais novo na área. São profissionais de fora e daqui que vêm compartilhar novos conhecimentos e isso também ajuda na decisão de que carreira seguir". Ela participou de palestras, apresentou o tema livre "Pré-Natal Odontológico na Gestação" e a mesa demonstrativa sobre isolamento absoluto e relativo na odontopediatria.

Impressionada com a qualidade do evento, a professora recém-chegada ao curso da Bahiana, Mariana Basilio, viu a JOBA como o resultado da qualidade da instituição. "Estou muito impressionada com tudo que vi. A experiência de estar na Bahiana está sendo maravilhosa para mim e não foi diferente com a JOBA. A qualidade dos trabalhos, tanto do ponto de vista da avaliação para eles serem aprovados como na apresentação, os alunos se dedicaram, se emprenharam para dar o melhor deles, isso é uma característica da casa e acho que isso é fruto da qualidade do ensino que é conduzido aqui na Bahiana. Fiquei muito feliz com tudo que vi", conta Mariana que atuou como professora avaliadora da JOBA.

A participação de ex-alunos também foi marcante com a realização do X Encontro de Ex-Alunos de Odontologia da Bahiana. A programação trouxe os temas "Prevenção em Odontopediatria: do consultório particular a projetos sociais", apresentada por Fernanda Mamede Oliveira Pinto; "Evolução da terapia periodontal não cirúrgica: evidências científicas e conduta clínica", por Ana Luisa Teixeira Meira; "Implantodontia", com Clarissa Góes e "Antes de voar, mergulhe: empreendedorismo em Odontologia", com Bruno Vinícius de Oliveira Gomes.

"A JOBA este ano não poderia estar melhor organizada, mais bonita, mais alegre e é incrível como a cada jornada tem algo novo para acrescentar. É sempre bom voltar e saber que a gente se forma, a gente cresce e quando a gente volta não está tudo igual, está tudo muito melhor", declara o ex-aluno Humberto Lucas Bastos de Souza, presidente da comissão discente da 15ª JOBA (2016).

Amanda Brandão conta que o trabalho de organização da JOBA teve início em novembro de 2016. "Tivemos sucesso com os apoiadores, recebemos muitos elogios dos participantes, então é um sentimento de dever cumprido e de gratidão, porque foi um trabalho árduo e saber que conseguimos agradar a todos é muito bom. Um dos diferenciais desta jornada foi ter mesclado alunos de todos os semestres – do 1º ao 10º – e os mais novos superaram as expectativas, se envolveram, criaram amizade e se dedicaram mesmo".


Unidade Acadêmica Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Unidade Acadêmica Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936