Notícias

2ª GINBAH promove integração entre os estudantes de Medicina da Bahiana

Os calouros de Medicina cumpriram os desafios da Gincana da Bahiana com empenho e dedicação.
07/05/2019


2ª GINBAH promove integração entre os estudantes de Medicina da Bahiana

Os calouros de Medicina cumpriram os desafios da Gincana da Bahiana com empenho e dedicação.

Alegria, interação e união marcaram a 2ª edição da GINBAH, a Gincana da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública. O evento, que é promovido pelos estudantes e professores do curso de Medicina, aconteceu no dia 27 de abril, das 8h às 17h30, no Campus Cabula, para os calouros de Medicina. Estiveram presentes e deram suporte à Gincana a professora e coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas, Luiza Ribeiro, o professor do curso de Medicina André Zimmermann e a coordenadora do Núcleo Comum, Luciana Oliveira, além da professora e coordenadora do laboratório morfofuncional da Bahiana, Suzana Araújo.
 
Os estudantes do primeiro semestre participaram das diferentes provas no período da manhã, das 8h30 às 11h30, e durante a tarde, das 13h às 17h30. As equipes foram divididas em quatro cores: azul – “Os magnatas”; verde – “Kryptonita”; vermelho – “X”; e amarelo – “Lipídicos”. Para cumprir as tarefas, os alunos colocaram em prática conhecimentos relacionados aos componentes curriculares Biomorfofuncional I e Primeiros Socorros.

 
      


Entre os desafios propostos no período da manhã estava o de “Caça ao Tesouro”, com o objetivo de aprimorar habilidades relacionadas ao convívio interpessoal e à cidadania. No “Circuito GINBAH”, as equipes desenvolveram, de maneira lúdica e integrativa, os componentes curriculares Biomorfofuncional I e Primeiros Socorros. O “Jogo dos Erros” possibilitou que os conhecimentos teóricos fossem colocados em prática em um ambiente simulado. Já a “Prova dos 9” envolvia o cumprimento de tarefas em curto intervalo de tempo.
 
Durante a tarde, os participantes não só expuseram o porquê de cada nome das equipes como também apresentaram mascotes caracterizados com materiais recicláveis e os gritos de guerra na tarefa “Escola Bahiana de Belas Artes!”. No Auditório I, as juradas: Luciana Oliveira (Núcleo Comum), Guia Lélis (mãe de aluno), Venandra Andrade (médica, ex-aluna da Bahiana), Andrea Gonçalves (responsável pelos refeitórios da Bahiana) e Angélica Mendes (gestora do NAPP), avaliaram os quesitos: criatividade, animação, caracterização do mascote e conteúdo do grito de guerra. Em seguida, no desafio “Meus pais são socorristas!”, as equipes gravaram um videoclipe reproduzindo uma cena clássica de Reanimação Cardiopulmonar de algum filme, novela ou seriado. Nessa prova, era obrigatória a participação de um pai ou uma mãe de aluno na reprodução. Os jurados analisaram duração e fidedignidade quanto ao cenário e figurino.

 
      


A “Paródia do Conhecimento” se baseava na exposição de paródias sobre temas da Biomorfofuncional I e Primeiros Socorros, de livre escolha das equipes, desde que ambas as temáticas fossem contempladas na letra. Os jurados pontuaram as canções, levando em consideração a contemplação dos temas, organização, criatividade e animação. Para a prova “O último passageiro!” foram feitas perguntas de múltipla escolha aos integrantes das equipes. Por fim, na “Copa GINBAH”, força e velocidade deram o tom à competição entre as equipes nas seis etapas propostas. Ainda referente a essas atividades, no dia 10 de abril, às 13h30, na sala S08 do Pavilhão II, haverá a apresentação e avaliação de mais duas provas extras.
 
O estudante do primeiro semestre do curso de Medicina e integrante da equipe amarela, Mateus Araújo de Souza, conta que o fato de a atividade proporcionar diversão e aprendizado de forma lúdica, “tendo como base os assuntos que são vistos em sala de aula, é muito significativo”. Rafael Lélis, sétimo semestre de Medicina e monitor da GINBAH, revela que ações dessa natureza são benéficas a todos, sobretudo aos monitores, por conta da integração e do desenvolvimento de competências, uma vez que esses membros “elaboram questões, planejam materiais e estruturam ações”.
 
A professora e coordenadora do laboratório morfofuncional da Bahiana, Suzana Araújo, elucida o propósito da GINBAH: ‘Proporcionar o aprendizado de conteúdos voltados à conduta de primeiros socorros, anatomia e fisiologia humana, de forma lúdica e divertida’. Suzana destaca ainda a importância da Gincana ao incentivar não só a interação e união entre os alunos como também a consciência social, já que ‘a arrecadação de mantimentos foi uma das principais ações desenvolvidas’. Na ocasião, além das provas em homenagem à Suzana Araújo, houve também a inauguração do novo nome do laboratório morfofuncional, que passou a se chamar “Laboratório Morfofuncional Prof.ª Maria Suzana Vasconcelos de Araújo.”
 
 


Arrecadações de mantimentos
 
Os mantimentos arrecadados na GINBAH foram reunidos na Biblioteca até às 11h30 do dia 27 de abril e serão destinados a instituições parceiras. Foram recebidos um total de 1.028 itens entre alimentos não perecíveis, descartáveis e produtos de higiene pessoal.
  • Alimentos: 661 kg
  • Descartáveis: 173 itens
  • Higiene pessoal: 169 itens
  • Água mineral: 15 litros.

      

 
Resultados e Premiações
 
Equipe ganhadora: todas!
 
Colocação:
1º lugar: Azul (Os Magnatas);
2º lugar: Vermelha (X);
3º lugar: Amarela (Lipídicos);
4º lugar: Verde (Kryptonita).
 
As equipes foram premiadas de acordo com a colocação. Sendo:
• 1 lugar: 24 GCMoney's + 0.5 ponto em pontuação parcial de Primeiros Socorros;
• 2 lugar: 12 GCMoney's + 0.4 ponto em pontuação parcial de Primeiros Socorros;
• 3 lugar: 6 GCMoney's + 0.3 ponto em pontuação parcial de Primeiros Socorros;
• 4 lugar: 4 GCMoney's + 0.2 ponto em pontuação parcial de Primeiros Socorros.
 
O termo “GCMoney's” é usado para designar a moeda interna do primeiro semestre do curso de Medicina. Através desse recurso, é possível realizar determinadas trocas com o intuito de obter benefícios como aulas e cursos extracurriculares.

 


Confira a galeria de fotos.

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936