Notícias

Novos da Bahiana são recebidos com homenagem a Nelson Mandela

Recepção aos calouros é marcada com programação especial.

29/01/2014


Novos da Bahiana são recebidos com homenagem a Nelson Mandela

Recepção aos calouros é marcada com programação especial.

O auditório do Centro de Convenções da Bahiana, na Unidade Acadêmica Cabula, esteve lotado durante a manhã da última sexta-feira, 24 de janeiro.  O momento foi especial para professores, coordenadores de curso e colaboradores da escola, pois marcou o início de uma bela e importante jornada para centenas de jovens.  Este ano, a recepção aos Novos da Bahiana, como são chamados os calouros da instituição, homenageou o líder humanitário, Nelson Mandela, primeiro presidente negro da África do Sul livre, falecido em dezembro de 2013.

Os Novos da Bahiana foram recebidos com uma programação especial coordenada pelo Núcleo de Atenção Psicopedagógica (NAPP), capitaneado pela coordenadora técnica, Angélica Mendes. Na ocasião, os calouros dos cursos de Biomedicina, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Psicologia e Odontologia puderam conhecer os coordenadores de cada graduação, bem como importantes colaboradores da instituição, a exemplo do coordenador de Administração e Finanças, Emanoel Olimpio Alves de Souza e da coordenadora de Desenvolvimento de Pessoas, Prof.ª Luiza de Oliveira Kruschewsky Ribeiro.

Reforçando o papel humanista da instituição, o coral Canta Bahiana realizou uma apresentação especial que emocionou a todos ali presentes. A música também foi a linguagem escolhida pelos alunos Vitor Soares, de Fisioterapia e Madalena Fateicha, de Psicologia, para acalentar o ingresso dos novos acadêmicos da Bahiana.

Servir; Aprender e Ensinar; Comunicar e Empreender. Os valores da Bahiana foram explanados por Angélica Mendes que também convidou a aluna de Enfermagem, Roberta Carneiro, para apresentar um trabalho desenvolvido por ela, juntamente com colegas do curso, para a disciplina Administração e Gerenciamento em Saúde. Ela contou que foi solicitado um projeto de criação de uma unidade de saúde, podendo ela ser fictícia. Preocupada com a importância da atenção básica, a estudante propôs aos colegas criar uma Unidade de Saúde da Família real, em sua cidade de origem, Boa Vista do Tupim, a 308 km de Salvador. “A atenção básica é importante, pois ela nos leva a pensar a saúde na atenção com o outro. Pensar em saúde, não somente do ponto de vista da doença, mas sob o ponto de vista do social. A mensagem que queremos passar é justamente a importância de cuidar do outro e o grande valor do SUS”.

Sua equipe foi orientada pela professora do curso de Enfermagem e vice-coordenadora de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão, Carolina Pedroza que também esteve presente. “Ouvindo Roberta falar, é muito emocionante. Dá-nos a sensação de missão cumprida, pois a ideia da disciplina não é apenas falar de gestão, mas é dar valor ao cuidar do outro dentro do Sistema Único de Saúde”, explicou a professora.

Outro ponto emocionante foi a exibição do discurso da adolescente paquistanesa Malala Yousafzai, realizado no ano passado em uma sessão especial das Nações Unidas (ONU) (clique aqui para assistir ao discurso), e a apresentação de um vídeo especialmente produzido pelo Núcleo de Comunicação e Marketing da Bahiana em homenagem a Mandela (clique aqui para assistir ao vídeo).

Palestra

O ponto máximo da programação foi a palestra “A Inteireza do Humano: Passagens Trans-formadoras”,  proferida pelo filósofo, mestre e doutor em Educação, Miguel Almir Lima de Araújo, da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Ele ressaltou a importância de se estar conectado ao outro, de forma a permitir a transformação, “a mudança que mexe tanto por dentro como por fora, pois, se isso não ocorre, a pessoa não se conhece e torna-se um estranho de si mesmo (...) viver é perigar”, refletiu o filósofo em uma apresentação dinâmica com a interferência de músicas da MPB e de cantigas de roda.


Impressões


A recepção impressionou a caloura de Medicina, Manuela Sanches de Aragão Pinheiro. Para ela, o que mais chamou a atenção na palestra “foi a maneira como o filósofo leva a vida, mostrando que devemos ter um desapego aos bens materiais e devemos prestar mais atenção no outro, a importância de olhar no olho”.

Outro ponto destacados pelos novos alunos da Bahiana foi o Processo Seletivo Formativo, como destaca Érico de Queiroz, calouro de Medicina, que já havia cursado Ciência da Computação e Engenharia Mecânica em outras instituições. “Eu achei legal a vivência, pois é uma coisa que você não espera. Tivemos a dança, no início, que nos levou a ter contato com outra pessoa. Também teve a encenação do ato médico que foi muito interessante, pois destacou a relação médico-paciente. Vivenciar aquilo, mesmo que não plenamente, já nos dá uma sensação do que vai ser a profissão”.

Uma nova oportunidade para a vida profissional. Essa foi a motivação de Adélia Maria Galvão Alves, assistente social há 15 anos, e agora caloura de Odontologia. Ela conta que estar na Bahiana e poder recomeçar é mais que uma chance de mudar de vida, é antes a realização de um sonho. “A área de saúde sempre foi um sonho que tive e odontologia é o caminho com o qual sempre me identifiquei. Eu escolhi a Bahiana pela referência que ela tem”, conta Adélia.

Luiza Vieira escolheu o curso de Biomedicina, pois já queria cursá-lo há algum tempo. “Sempre quis fazer Biomedicina e estou feliz com a minha escolha. Minhas expectativas aqui são as melhores possíveis. Eu sempre soube que a Bahiana tem tradição, tem conceito e foi o que me levou a escolher estudar aqui”.


Confira as fotos.
 

Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-000
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936