Galeria de Fotos

XI Fórum Pedagógico da Bahiana (Sábado)

“A importância do Fórum Pedagógico está focada no estímulo dos professores ao uso das tecnologias de informação, como utilizar melhor essas tecnologias no sentido de aprimorar os seus componentes curriculares”, explanou Prof.ª Sandra Brasil, coordenadora do Programa Institucional de Desenvolvimento Docente (PROIDD), responsável pelo XI Fórum Pedagógico da Bahiana, realizado nos dias 14 e 15 de agosto, na Unidade Acadêmica Cabula da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

A programação, que teve como tema “Incubando boas ideias”, reuniu o corpo docente da Bahiana. A abertura do evento, realizada na manhã do sábado, contou com a fala da Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani, diretora da Bahiana e coordenadora-geral da Fundação Bahiana para Desenvolvimento das Ciências, que deu as boas-vindas aos participantes.

Em seguida, os professores puderam desfrutar de uma primorosa apresentação do NEOJIBÁ Quarteto Carybé. O momento de abertura também foi marcado pela celebração dos 15 anos do Núcleo de Atenção Psicopedagógica (NAPP), com a fala da coordenadora técnica Angélica Mendes.

As atividades do fórum tiveram início na sexta-feira (14), com a abordagem de temas atuais e importantes para o aprimoramento do processo de ensino e aprendizagem, tendo como mote a tecnologia, a inovação e o empreendedorismo. Para discutir as temáticas, foram convidados os professores Valdes Bollela (Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto – USP), Gustavo Bacelar (Faculdade de Medicina – Universidade do Porto) e Guy C. Hembroff (Escola Superior de Tecnologia – Michigan Tech), cuja participação deu-se por meio de videoconferência.

Durante os dois dias de evento, também foram realizadas oficinas de inovação dos componentes curriculares ministradas por professores e colaboradores da Bahiana.

Conforme a Dra. Maria Luisa Carvalho Soliani, o Fórum Pedagógico é o maior evento promovido pelo PROIDD. “Reunimos todos os professores da instituição no fórum e ele é de extrema importância porque discutimos várias temáticas ligadas às questões pedagógicas. É um momento muito alegre em que os professores gostam muito de participar”, conclui.

Durante o fórum, foi comemorado, também, o depósito da primeira patente da Bahiana. Para o Prof. Dr. Diego Menezes, coordenador de Pesquisa e Inovação, “essa foi uma grande conquista institucional, pois coloca a Bahiana efetivamente na ambiência das IES inovadoras”. O trabalho foi realizado pelos Profs. Tercio Carneiro e Emília Ramos, ambos do curso de Odontologia.  Eles desenvolveram um equipamento que auxilia a analgesia do nervo auveolar da mandíbula.

Segundo o Dr. Diego Menezes, todo o trabalho contou com o incentivo da Dra. Maria Luisa Soliani com a criação, em 2012, do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT), que contou com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (FAPESB), por meio do programa de incentivo à formação de Sistemas Locais de Inovação (SLI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Na oportunidade, o coordenador de Pesquisa e Inovação ressaltou, ainda, a participação da Bahiana no novo programa de mestrado profissional em Rede Nacional em Propriedade Intelectual &Transferência de Tecnologia (PROFNIT), aprovado com nota 4 pela Capes.

“Muitas conquistas inovadoras estão sendo realizadas e isso é apenas o início do plano de trabalho da recém-criada Coordenação de Pesquisa e Inovação”, explicita, de forma entusiasmada, Dr. Diego Menzes.

Para a professora Aidê Nunes da Silva, docente da Extensão do curso de Enfermagem, o fórum é um momento de renovação. “É um momento em que a Bahiana nos convida para refletir sobre o nosso fazer docente. Quando o Borboleguim aparece incubando ideias, já começa a mexer com o nosso íntimo. É o momento em que somos convidados a refletir e a desconstruir, o que é sempre desafiador. E, principalmente, o tema deste ano que discute as perspectivas de humanização nos componentes curriculares”, finaliza.

No fim da programação, foram apresentados os resultados das oficinas e as melhores ideias de cada grupo receberam o apoio institucional para sua realização e implementação em 2016.1.



Campus Brotas

Av. Dom João VI, nº 275, Brotas.
CEP: 40290-000
tel.: (71) 3276 8200
fax.: (71) 3276 8202

Campus Cabula

Rua Silveira Martins, nº 3386, Cabula
CEP: 41150-100
tel.: (71) 3257 8200
fax.: (71) 3257 8230

Coordenadoria Geral

Av. Dom João VI, nº 274, Brotas.
CEP: 40285-001
tel.: (71) 2101 1900
fax.: (71) 3356 1936